Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Tenente-coronel americano: 'não há nenhum caminho racional para a Ucrânia vencer'

© AFP 2022 / Aris MessinisBandeira da Ucrânia ondulando em Stoyanka, a oeste de Kiev, 4 de março de 2022
Bandeira da Ucrânia ondulando em Stoyanka, a oeste de Kiev, 4 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 15.06.2022
Nos siga noTelegram
O regime de Kiev sofrerá uma derrota em resultado da operação especial russa de libertação de Donbass, escreve o tenente-coronel aposentado do Exército americano, Daniel Davis, em um artigo para o portal 19Fortyfive.

"Do ponto de vista militar, não há nenhum caminho racional para a Ucrânia vencer", ressaltou o militar americano.

Conforme relembrou o analista, desde os primeiros dias da operação os países ocidentais começaram a impor sanções contra a Rússia e estabeleceram entregas em massa de armas para o Exército da Ucrânia a fim de prejudicar Moscou.

"Agora está se tornando evidente que essa estratégia fracassa", notou o tenente-coronel.

Nesta semana, o jornal britânico The Independent divulgou partes de um relatório de inteligência de Kiev vazado para a mídia, que mostra "uma realidade no campo de batalha muito mais dura do que tem sido admitido publicamente".
Soldados ucranianos instalam minas antitanque na floresta, Ucrânia, 14 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 15.06.2022
Panorama internacional
NI: Kiev deve considerar concessões a Moscou, pois conflito ameaça sobrevivência da Ucrânia
Segundo os dados do documento, as tropas ucranianas já perderam a maior parte do equipamento militar do tempo soviético e tem déficit grave de munições, diz o artigo.

"Seria uma tarefa quase impossível para o Ocidente fornecer armamento pesado suficiente para a Ucrânia – e os enormes volumes de munição de artilharia de grande calibre que os obuseiros precisam – que trariam de volta ao equilíbrio a grande desvantagem que a Ucrânia tem em poder de fogo. Mesmo os modernos lançadores de foguetes que os EUA e o Reino Unido alocaram recentemente não mudarão materialmente o balanço negativo para Kiev."

Na semana passada, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que as Forças Armadas da Rússia estão "quebrando como nozes" os sistemas de mísseis enviados pelo Ocidente e que dezenas deles já foram destruídos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала