Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Zelensky reconhece perdas 'dolorosas' de tropas ucranianas

© AP Photo / Efrem LukatskyPresidente ucraniano, Vladimir Zelensky responde a perguntas da mídia durante coletiva de imprensa em um metrô sob uma praça central em Kiev, Ucrânia, 23 de abril de 2022
Presidente ucraniano, Vladimir Zelensky responde a perguntas da mídia durante coletiva de imprensa em um metrô sob uma praça central em Kiev, Ucrânia, 23 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Nos siga noTelegram
Presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky disse que as Forças Armadas ucranianas sofreram perdas "dolorosas" em Donbass e perto de Carcóvia.
As Forças Armadas da Ucrânia sofreram perdas "dolorosas" ontem (14), disse o presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, em sua conta no Telegram.

"As batalhas mais brutais estão em Severodonetsk e em todas as cidades e comunidades próximas, como antes. Infelizmente há perdas, e são dolorosas", afirmou.

O ucraniano observou que as tropas ucranianas na região da Carcóvia estavam na mesma situação e disse que o país "precisa de armas antimísseis modernas agora".
Ontem (13) o Exército russo atingiu com mísseis uma base temporária de mercenários estrangeiros nos arredores de Fedorovka, na parte da região de Lugansk ainda controlada pelas tropas ucranianas, e lançou duas baterias de múltiplos foguetes sobre a região de Carcóvia.
Segundo relatou o representante oficial do Ministério da Defesa (MD) russo, o tenente-general Igor Konashenkov, foi eliminada também uma grande quantidade de equipamento e munições enviados à Ucrânia pelo Ocidente, inclusive pelos EUA e países da União Europeia.
Tanque das Forças Armadas da Rússia durante combates em Lugansk, 29 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 13.06.2022
Panorama internacional
Destruída base temporária de mercenários estrangeiros em Donbass, diz MD russo
A aviação russa, por sua vez, atingiu um centro de controle ucraniano, um radar do sistema Buk-M1, nos arredores de Lisichansk, e 63 áreas de concentração de força viva, aniquilando mais de 120 combatentes, conforme o militar russo.
Os ataques aéreos russos resultaram na destruição de dois tanques, sete peças de artilharia de campo e 11 veículos móveis especiais, especificou.
Hoje (14), mais cedo, o MD da Rússia informou que Kiev solicitou a criação de um corredor humanitário para a evacuação de civis da usina química Azot, em Severodonetsk. A retirada, entretanto, é impossível, já que os militares ucranianos explodiram todas as pontes.
"Os combatentes dos batalhões nacionalistas, ao se retirar das áreas residenciais de Severodonetsk, levaram deliberadamente da cidade para a usina química Azot centenas de civis para serem usados como escudo humano", declarou o Ministério da Defesa russo.
Usina química Azot, em Severodonetsk - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Panorama internacional
MD russo: Kiev pede corredor para evacuação da usina Azot após explodir todas as pontes
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала