VÍDEO demonstra novo veículo de combate robótico de Israel que pode carregar drones

© AP Photo / Sebastian ScheinerVeículo de combate semiautônomo REX MKII em base militar perto de Lod, Israel, 9 de setembro de 2021
Veículo de combate semiautônomo REX MKII em base militar perto de Lod, Israel, 9 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa de Israel anunciou o começo dos testes do Veículo de Combate Robótico Médio não tripulado, que produziu em conjunto com diversas empresas do país.
O Ministério da Defesa de Israel comunicou na segunda-feira (13) que começará a testar um novo veículo de combate robótico não tripulado que está desenvolvendo com várias empresas de defesa israelenses.
O Veículo de Combate Robótico Médio (M-RCV, na sigla em inglês), revelado pela primeira vez na exposição de defesa e segurança Eurosatory em Paris, França, que é realizada de segunda-feira (13) à sexta-feira (17), integra várias "tecnologias de ponta", incluindo um lançador de mísseis antitanque, um sistema para transporte e recebimento de drones, a capacidade de transportar cargas pesadas e capacidades avançadas de manobra.
O M-RCV foi desenvolvido pela BL Advanced Ground Support Systems, enquanto a Diretoria de Tanques e Veículos Blindados de Transporte de Pessoal do Ministério da Defesa construiu uma torre de metralhadora de 30 milímetros. Ao mesmo tempo, a Elbit Systems criou um sistema de defesa ativa e a Israel Aerospace Industries fabricou um lançador de mísseis capaz de lançar mísseis antitanque Spike da Rafael Advanced Defense Systems.
O veículo também é equipado com um conjunto de sensores passivos, concebidos pela Elbit e pela Foresight Autonomous, e tem a capacidade de carregar um drone para "missões de reconhecimento avançado", segundo o ministério.
"As capacidades do M-RCV incluem uma solução altamente autônoma para o reconhecimento avançado e letalidade controlada em condições todo-terreno. Ele está operacional de dia e de noite em cenários de todas as condições climáticas, enquanto enfatiza a eficácia operacional, simplicidade, intervenção mínima do operador e integração em matrizes heterogêneas não tripuladas."
O Ministério da Defesa de Israel anunciou que os testes em "cenários representativos" devem começar no próximo ano.
As Forças de Defesa de Israel já destacaram veículos de combate autônomos para ajudar a policiar a fronteira de Israel com a Faixa de Gaza.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала