Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

ONU fala em 'violação do direito internacional' após bombardeio ucraniano em maternidade na RPD

© SputnikMaternidade bombardeada por ucranianos na República Popular de Donetsk (RPD)
Maternidade bombardeada por ucranianos na República Popular de Donetsk (RPD) - Sputnik Brasil, 1920, 13.06.2022
Nos siga noTelegram
Relatos de bombardeios a uma maternidade em Donetsk são preocupantes e qualquer ataque à infraestrutura civil viola o direito internacional, disse a repórteres o porta-voz do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Stéphane Dujarric, nesta segunda-feira (13).
"Vimos relatos da mídia sobre uma maternidade em Donetsk. Isso é de extrema preocupação. Qualquer ataque à infraestrutura civil, especialmente instalações médicas, é uma clara violação do direito internacional", disse Dujarric.
Nesta segunda-feira (13), um correspondente da Sputnik na República Popular de Donetsk (RPD) informou que um projétil ucraniano atingiu o telhado de uma maternidade na região. Não houve vítimas.
Mulheres em trabalho de parto foram evacuadas para o porão e profissionais médicos continuam prestando assistência. O correspondente relatou que os funcionários agiram com agilidade após o ataque, impedindo qualquer tipo de dano às pessoas no local.
© SputnikImagem de maternidade bombardeada por ucranianos na República Popular de Donetsk (RPD)
Imagem de maternidade bombardeada por ucranianos na República Popular de Donetsk (RPD) - Sputnik Brasil, 1920, 13.06.2022
Imagem de maternidade bombardeada por ucranianos na República Popular de Donetsk (RPD)
Mais cedo nesta segunda-feira (13), o líder da República Popular de Donetsk, Denis Pushilin, informou que pediu à Rússia "forças aliadas adicionais" devido ao aumento de bombardeios na região por tropas ucranianas.

"Chegou-se a um entendimento de que todas as forças adicionais necessárias das forças aliadas, principalmente da Federação da Rússia, devem estar envolvidas", disse Pushilin, em comunicado oficial.

A Rússia iniciou a operação militar especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Além disso, as Forças Armadas da Rússia têm acusado militares ucranianos de usar "métodos terroristas" nos combates, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.
Colheita de grãos - Sputnik Brasil, 1920, 13.06.2022
Panorama internacional
Casa Branca: EUA trabalham para impedir venda de grãos da Ucrânia supostamente roubados pela Rússia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала