Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Porta-voz de Zelensky rebate declarações de Biden: foi o Ocidente que 'não queria nos ouvir'

© Sputnik / Konstantin MikhalchevskyEscavadeira escava local de sepultamento de civis mortos para o enterro em Mariupol, foto publicada em 6 de junho de 2022
Escavadeira escava local de sepultamento de civis mortos para o enterro em Mariupol, foto publicada em 6 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 12.06.2022
Nos siga noTelegram
Sergei Nikiforov, porta-voz de Vladimir Zelensky, rechaçou as afirmações de Joe Biden, segundo as quais o presidente ucraniano "não queria ouvir" as advertências sobre a operação militar especial da Rússia.
As declarações de Joe Biden, presidente dos EUA, de que Vladimir Zelensky "não queria ouvir" as advertências de Washington sobre o eventual começo de uma operação militar especial da Rússia na Ucrânia, não são corretas, respondeu no sábado (11) o porta-voz do presidente ucraniano.
Na sexta-feira (10), Biden afirmou que o mandatário ucraniano foi informado nas semanas antes do início da operação, que começou em 24 de fevereiro, que Vladimir Putin, presidente da Rússia, "estava quase atravessando a fronteira. Não havia dúvida [...] e Zelensky não queria ouvir".
O presidente Joe Biden se encontra com o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy no Salão Oval da Casa Branca, quarta-feira, 1º de setembro de 2021, em Washington - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Panorama internacional
Biden: Zelensky não quis ouvir informações da inteligência dos EUA alertando sobre operação russa
No entanto, Sergei Nikiforov disse que os EUA podem também ter culpa disso.
Segundo ele, Zelensky instou antes de 24 de fevereiro os países ocidentais a que tomassem medidas preventivas de grande escala contra Moscou, mas eles "não o queriam ouvir". Além disso, disse Nikiforov, Zelensky teve frequentes conversas telefônicas com Biden na época, nas quais eles compartilharam opiniões e avaliações detalhadas da situação.
"Portanto, a frase 'não queria ouvir' provavelmente precisa ser esclarecida. Além disso, se vocês se lembram, o presidente ucraniano pediu a seus parceiros que impusessem um pacote de sanções preventivas para incitar a Rússia a retirar suas tropas e desescalar a situação" na fronteira, observou Nikiforov.
"E aqui já podemos dizer que nossos parceiros não queriam nos ouvir", concluiu ele.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала