Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Biden: Zelensky não quis ouvir informações da inteligência dos EUA alertando sobre operação russa

© AP Photo / Evan VucciO presidente Joe Biden se encontra com o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy no Salão Oval da Casa Branca, quarta-feira, 1º de setembro de 2021, em Washington
O presidente Joe Biden se encontra com o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy no Salão Oval da Casa Branca, quarta-feira, 1º de setembro de 2021, em Washington - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Nos siga noTelegram
Segundo mandatário estadunidense, líder ucraniano não quis ouvir seu serviço de inteligência mesmo com alerta que o movimento russo em fevereiro demonstrava ser uma ação não vista desde a Segunda Guerra Mundial.
Na sexta-feira (10), Joe Biden afirmou durante evento de arrecadação de donativos para Ucrânia em Los Angeles, que o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, não quis ouvir a inteligência dos EUA quando indicaram que a Rússia estava prestes a começar sua operação na Ucrânia, de acordo com a Associated Press.

"Nada assim aconteceu desde a Segunda Guerra Mundial. Eu sei que muitas pessoas pensaram que talvez eu estivesse exagerando. Mas eu sabia que tínhamos dados para sustentar que ele [Putin] entraria, sairia da fronteira. Não havia dúvida [...] e Zelensky não queria ouvir", afirmou o presidente norte-americano.

De acordo com a agência, nas semanas antes do início da operação, em 24 de fevereiro, Zelensky se irritou publicamente quando funcionários do governo Biden alertaram repetidamente que uma ação russa era altamente provável.
Vladimir Zelensky, presidente da Ucrânia, fala por vídeo durante cúpula Shangri-La, realizada em Cingapura, 11 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Panorama internacional
Delegação da China deixa sala de cúpula asiática durante discurso de Zelensky
Também no final de janeiro, depois que autoridades norte-americanas disseram que era possível que Moscou começasse a operação, uma autoridade ucraniana não identificada disse que o líder havia dito a Biden para "acalmar as mensagens" porque estava criando pânico, segundo o Business Insider.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала