Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Pequim insta EUA a cancelarem venda de armas a Taiwan e alerta para 'medidas robustas'

CC0 / Staff Sgt. D. Myles Cullen (USAF) / Tanques chineses Tipo 59
Tanques chineses Tipo 59 - Sputnik Brasil, 1920, 10.06.2022
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos aprovaram a venda de peças de reposição no valor de US$ 120 milhões (R$ 589 milhões) para ajudar Taiwan a manter seus navios de guerra, segundo comunicado publicado pela Agência de Cooperação de Defesa e Segurança dos EUA (DSCA, na sigla em inglês).
Pequim considera a venda uma ação para desestabilizar a região e minar a soberania e interesses de segurança do país, além de comprometer a paz ao longo do estreito de Taiwan.
O porta-voz do Ministério da Defesa da China, Tan Kefei, citado pelo Global Times, afirmou que os norte-americanos violaram seriamente o princípio de Uma Só China e os três comunicados conjuntos.
Navio de transporte anfíbio Yushan da Marinha de Taiwan, de construção nacional, durante sua cerimônia de lançamento em Kaosiung, Taiwan, 13 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.06.2022
Panorama internacional
EUA aprovam venda de US$ 120 milhões em peças de reposição para Taiwan manter seus navios de guerra
Além disso, Pequim instou que os EUA cancelem imediatamente a venda de armas para a região de Taiwan, bem como seus laços militares, e parem de enviar sinais errados às forças separatistas da ilha.
O ministro chinês ainda alertou que a China tomará medidas robustas para garantir a soberania e os interesses de segurança do país na região.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала