Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

França se diz 'preocupada' com sentenças de morte para 3 mercenários estrangeiros na RPD

© Sputnik / Konstantin Mikhalchevsky / Abrir o banco de imagensMercenários estrangeiros Shaun Pinner, Aiden Aslin e Saadoun Bragim em tribunal em Donetsk
Mercenários estrangeiros Shaun Pinner, Aiden Aslin e Saadoun Bragim em tribunal em Donetsk - Sputnik Brasil, 1920, 10.06.2022
Nos siga noTelegram
A França está preocupada com as sentenças de morte proferidas a três mercenários estrangeiros — dois cidadãos do Reino Unido e um cidadão do Marrocos — na República Popular de Donetsk (RPD), disse o Ministério das Relações Exteriores nesta sexta-feira (10).
Na quinta-feira (9), um tribunal da RPD decidiu que o cidadão marroquino Saadoun Bragim e os cidadãos britânicos Sean Pinner e Aiden Aslin seriam executados a tiros.
Carro com residentes de Mariupol, na República Popular de Donetsk (RPD), deixa a cidade, em 24 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.06.2022
Panorama internacional
Mercenário britânico condenado na RPD diz que foi 'enganado' pela mídia ocidental
O veredito já foi condenado pelo Reino Unido, Estados Unidos e Nações Unidas.

"A França está muito preocupada com os relatos sobre a sentença de morte de dois cidadãos do Reino Unido e um cidadão do Marrocos, que foram capturados pelas forças pró-Rússia em Donetsk. Essas pessoas devem ser tratadas de acordo com o direito internacional humanitário", disse o comunicado do ministério.

A pasta também pediu à Rússia e seus aliados que respeitem suas obrigações em relação aos prisioneiros de guerra.
Desde o início da operação militar especial russa na Ucrânia, mercenários de muitos países, especialmente os ocidentais, chegaram à Ucrânia para lutar pelas tropas do governo.
Em 24 de fevereiro, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início da operação para "desmilitarização e desnazificação da Ucrânia".
Em retaliação, os EUA lançaram uma pesada campanha de sanções econômicas contra o Kremlin.
Os mercenários norte-americanos - Sputnik Brasil, 1920, 08.06.2022
Panorama internacional
EUA e Reino Unido recrutam mercenários para Ucrânia, diz MRE russo
Durante a operação, as Forças Armadas da Rússia eliminam instalações da infraestrutura militar ucraniana, sem realizar ataques contra alvos civis em cidades.
Os militares russos também organizam corredores humanitários para a população civil que foge da violência dos neonazistas e nacionalistas ucranianos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала