Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

General americano identifica 'contrapeso' para lidar com hegemonia da China no Pacífico

© AP PhotoSoldados paramilitares indianos mantêm guarda enquanto o comboio do exército indiano se move na rodovia Srinagar-Ladakh em Gagangeer, nordeste de Srinagar, Índia, 18 de junho de 2020
Soldados paramilitares indianos mantêm guarda enquanto o comboio do exército indiano se move na rodovia Srinagar-Ladakh em Gagangeer, nordeste de Srinagar, Índia, 18 de junho de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 09.06.2022
Nos siga noTelegram
Os EUA e a Índia vão realizar um exercício militar conjunto no Himalaia em resposta às atividades de Pequim.
Os EUA e a Índia vão realizar um exercício militar conjunto no Himalaia em outubro como um "contrapeso" às atividades chinesas em terras disputadas.
Nesta quarta-feira (8), o exercício anual Yudh Abhyas (Treinamento para Guerra) deste ano vai ser realizado a uma altitude entre 3.000 e 3.500 metros, disse o comandante do Exército dos EUA no Pacífico, general Charles Flynn, a repórteres durante sua viagem a Nova Deli. O treinamento vai envolver unidades das forças aéreas de ambos os países, incluindo aviões de ataque e evacuações médicas. A localização exata não foi revelada.
"Todas essas são oportunidades inestimáveis que o Exército Indiano e o Exército dos EUA podem aproveitar nesses ambientes de treinamento", disse Flynn. Ele acrescentou que tais exercícios tiveram um "efeito dissuasor" em toda a região.
Flynn alertou sobre o "comportamento desestabilizador e coercitivo" de Pequim no sul do Himalaia, onde China e Índia têm uma longa disputa de fronteira.
Secretário da Defesa dos EUA, Lloyd J. Austin, recebe o ministro da Defesa indiano, Rajnath Singh, no Pentágono, em 11 de abril de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 11.04.2022
Panorama internacional
EUA e Índia anunciam cooperação militar enquanto China quer liderança no Indo-Pacífico, diz oficial
No mês passado, o governo indiano acusou a China de construir ilegalmente duas pontes no lago Pangong Tso. Flynn descreveu essas atividades como "reveladoras" e "alarmantes".

"Acho que vale a pena trabalharmos juntos como contrapeso a alguns desses comportamentos corrosivos e corrompidos", disse o general norte-americano.

Durante sua viagem, Flynn conversou com o chefe do Estado-Maior da Índia, general Manoj Pande, e o vice-chefe do Estado-Maior do Exército, tenente-general Baggavalli Somashekar Raju.
Em junho de 2020, violentos confrontos eclodiram perto da fronteira de fato no vale de Galwan, nos quais 20 militares indianos e quatro chineses foram mortos. Confrontos menores foram relatados em outras áreas ao longo da Linha de Controle Real. Desde então, a Índia enviou forças adicionais para a região.
O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, disse em janeiro que a construção nas terras disputadas "visava salvaguardar a soberania e a segurança territorial da China, bem como a paz e a estabilidade na fronteira China-Índia".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала