Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Aprovação da candidatura ucraniana à UE pode irritar países dos Bálcãs, diz CNBC

© AP Photo / Yves HermanBandeiras de 16 países da UE são vistas antes de uma emergência líderes da União Europeia na sede da UE em Bruxelas (foto de arquivo)
Bandeiras de 16 países da UE são vistas antes de uma emergência líderes da União Europeia na sede da UE em Bruxelas (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 09.06.2022
Nos siga noTelegram
Uma decisão da Comissão Europeia de aprovar a candidatura de Kiev ao ingresso na UE poderia ter consequências complicadas para a região, informou o CNBC.
Na opinião de Silvia Amaro, autora do artigo publicado no site do canal de TV, a potencial aprovação do pedido pela Comissão Europeia em grande parte seria nominal e seria "apenas o início de um longo e difícil caminho". Porém, mesmo um apoio moral ao presidente Zelensky pode causar uma forte reação de países que estão apenas na "lista de candidatos a candidatos" há muito mais tempo.

"Às nações dos Bálcãs Ocidentais já há muito tempo que foi prometida a admissão. Por exemplo, a Macedônia do Norte até mudou seu nome em um esforço para aumentar suas chances de ingressar na UE, mas as negociações ainda nem começaram. A Moldávia, que tem fronteira com a Ucrânia, e a Geórgia, que tem fronteira com a Rússia, também pediram para juntar-se ao bloco", detalhou Amaro.

A jornalista relembrou que os ministros austríacos Alexander Schallenberg e Karoline Edtstadler apelaram ao chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, exortando Bruxelas a prestar uma atenção igual, tanto à Ucrânia como aos países dos Bálcãs.

"Não nos podemos permitir criar candidatos de primeira e segunda classe. Queremos e precisamos que esses países estejam firmemente ancorados no nosso campo, no campo do modo de vida europeu, precisamos de lhes demonstrar que são parceiros-chave e que levamos a sério o seu futuro europeu", disseram os ministros na carta a Borrell.

Parlamentares participam de debate para fortalecer a aplicação do princípio da igualdade de remuneração por trabalho igual, ou trabalho de igual valor entre homens e mulheres, em 5 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.06.2022
Panorama internacional
Parlamento Europeu apoia status da Ucrânia como país candidato à UE
A simpatia dos políticos europeus perante o regime de Kiev frustra outras partes do continente e potencialmente "empurra-as para mais próximo da Rússia", resumiu Amaro.
O presidente Vladimir Zelensky assinou o pedido para ingresso à UE no dia 28 de fevereiro, após o que recebeu da chefe da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, um questionário para começar as negociações. Em 17 de junho, a comissão discutirá a concessão à Ucrânia de status de país-candidato.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала