Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

WSJ: EUA podem retirar sanções de Belarus para permitir transporte de grãos ucranianos

© Pedro Revillion/ Palácio PiratiniColheita de grãos
Colheita de grãos  - Sputnik Brasil, 1920, 08.06.2022
Nos siga noTelegram
Mídia norte-americana citou fontes que indicam que os EUA estão pensando permitir um corredor ferroviário entre a Ucrânia e a Polônia e Lituânia que passe por Belarus.
Os EUA estão ponderando uma isenção de seis meses de sanções para a indústria de fertilizantes de potássio de Belarus em troca de Minsk permitir um corredor ferroviário para a exportação de grãos ucranianos, informou nesta quarta-feira (8) o jornal The Wall Street Journal (WSJ).
De acordo com as fontes do jornal norte-americano, membros do Departamento de Estado americano expressam preocupação de que a medida não funcionará devido aos estreitos laços entre Minsk e Moscou. No entanto, os apoiadores da proposta no Conselho de Segurança Nacional (NSC, na sigla em inglês) dos EUA teriam acreditado que é uma alternativa complicada, mas boa, que deve ser considerada.
A discussão sobre a exportação de grãos da Ucrânia mostra que os formuladores de políticas nos EUA e em outros países estão enfrentando problemas de tentar equilibrar seu desejo de manter a pressão sobre a Rússia e as tentativas de manter a exportação de grãos, notou o WSJ.
Um porta-voz do NSC disse à mídia que Washington está discutindo ativamente várias opções com seus parceiros em todo o mundo.
Guindastes portuários na costa sul do mar de Azov, em Mariupol, na Ucrânia, em 2 de dezembro de 2018 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 06.06.2022
Panorama internacional
EUA continuam conversações com ONU e aliados da UE sobre exportações de grãos da Ucrânia
O Departamento de Estado enviou mensagens para vários países nas últimas semanas, incluindo a Turquia, Egito, Líbia, Paquistão, Índia, Eritreia e Etiópia, pedindo que não aceitassem grãos ucranianos, supostamente saqueados pela Rússia, de acordo com o WSJ. Moscou rejeitou veementemente essas acusações.
Segundo o jornal, exportar grãos ucranianos através de Belarus poderia aliviar a pressão sobre a rota do mar Negro e evitar atrasos no embarque através da Polônia, já que Belarus, Ucrânia e Lituânia têm as mesmas ferrovias de bitola mais larga.
Sergei Lavrov e Mevlut Cavusoglu, ministros das Relações Exteriores da Rússia e da Turquia, respectivamente, se reuniram em Ancara na quarta-feira (8) para discutir opções de retoma da exportação de grãos pelo mar Negro. Moscou saudou a potencial ajuda de Ancara na limpeza dos portos do mar Negro de minas ucranianas, que diz serem a causa principal da paralisação das cargas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала