Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Shoigu: em 10 dias, Exército russo destruiu 51 equipamentos militares estrangeiros na Ucrânia

© Sputnik / Pavel Lvov / Abrir o banco de imagensSergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, durante visita de trabalho e inspeção da infraestrutura de base e ancoragem dos cruzadores submarinos nucleares Borei e Borei-A na região de Murmansk, Rússia
Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, durante visita de trabalho e inspeção da infraestrutura de base e ancoragem dos cruzadores submarinos nucleares Borei e Borei-A na região de Murmansk, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 07.06.2022
Nos siga noTelegram
O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, informou que, nos últimos 10 dias, foram destruídas 51 unidades de equipamentos militares estrangeiros entregues à Ucrânia.
"Nos últimos 10 dias da operação militar especial, foram destruídas 51 unidades de equipamentos militares. Dentre eles, 12 veículos blindados de combate, 21 obuseiros de 155 mm, dois lançadores múltiplos de foguetes e 16 drones", declarou.
Shoigu também informou que o número total de prisioneiros ucranianos atinge 6.489.
"Em cinco dias, 126 militares ucranianos se renderam, o número total de prisioneiros atingiu 6.489", indicou.
O ministro russo ainda declarou que a usina nuclear de Zaporozhie está operando normalmente.
"A usina nuclear de Zaporozhne, a maior da Europa, capaz de produzir até metade de toda a capacidade de geração nuclear da Ucrânia, está funcionando normalmente", informou.
Shoigu também informou que "33 minas de carvão, dois campos de petróleo e 14 jazidas de gás", controlados por Lugansk e Donetsk, estão funcionando normalmente.
"Além disso, nos territórios libertados, estão concentrados 57% das indústrias metalúrgicas da Ucrânia", ressaltou.
De acordo com o ministro russo, durante a retirada, os militares ucranianos tentam causar o maior dano possível a estes setores de economia da região.
"Ao saírem em retirada, os nacionalistas ucranianos tentam causar o máximo de danos a estes setores da economia. Pelo contrário, os militares russos, libertando o Donbass, protegem estas instalações industriais, preservando o potencial desenvolvimento da economia da região", afirmou.
Shoigu destacou que foram criadas as condições necessárias para a retomada do tráfego ferroviário entre a Rússia, Donbass, Ucrânia e Crimeia em seis áreas.
Obuseiro ucraniano abandonado em Berdyansk - Sputnik Brasil, 1920, 07.06.2022
Panorama internacional
Artilharia russa destrói armamento na Ucrânia enviado pela Noruega e EUA, comunica MD
Foi reaberto o tráfego rodoviário entre o território russo continental e a região da Crimeia, sem necessidade de utilização da ponte da Crimeia.
" Foi reaberto o tráfego rodoviário entre o território russo continental e a região da Crimeia. O fornecimento permanente de água através do canal da Crimeia do Norte até a península da Crimeia também foi restabelecido", declarou Shoigu.
Em 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início de uma operação especial militar para "desmilitarização e desnazificação da Ucrânia".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала