Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Aliança bélica da OTAN e ambição dos EUA na Ucrânia farão Europa queimar, diz mídia

© AP Photo / Nikolas GiakoumidisBandeira da União Europeia em chamas na Grécia
Bandeira da União Europeia em chamas na Grécia - Sputnik Brasil, 1920, 07.06.2022
Nos siga noTelegram
As armas americanas fornecidas ao regime de Zelensky não estão apenas escalando ainda mais a crise ucraniana, como também colocando os países da OTAN, principalmente a Alemanha, em risco, segundo o portal alemão Compact.
De acordo com o portal, o fornecimento dos sistemas norte-americanos HIMARS, mesmo que de curto alcance, provocará Kiev a utilizá-los contra o território russo.
"Os EUA forneceram a Kiev projéteis com alcance de 80 quilômetros e fizeram com que os ucranianos garantissem que não os dispararão contra a Rússia. Mas quem vai controlar como o Exército ucraniano utilizará estes sistemas? O que acontecerá se os ucranianos receberem projéteis com alcance de 300 quilômetros em outros lugares? A distância entre Kiev e Moscou é de aproximadamente 750 quilômetros. Se este sistema móvel for deslocado até o extremo norte da fronteira com a Rússia, esta distância rapidamente seria reduzida quase para metade", ponderou a mídia.
O portal ressalta que um descuido como este é algo típico de Washington, que age na Ucrânia com base em suas próprias ambições de expandir sua influência.
"Os EUA iniciam um conflito e, em seguida, enviam armas à zona de combate para não sujar suas mãos", destaca.
Além disso, as consequências desta política irresponsável serão sentidas pelos europeus, especialmente pela Alemanha, que permite a entrega de armas pesadas à Ucrânia, além de contribuir para a disseminação do conflito.
Soldados da OTAN no tanque alemão Leopard 2 durante exercício da aliança na Lituânia - Sputnik Brasil, 1920, 06.06.2022
Panorama internacional
Desconfiança em relação ao governo da Ucrânia faz Alemanha temer enviar tanques a Kiev, diz mídia
Conforme o portal, com todo este apoio a Alemanha se torna parte do conflito, e com isso a Rússia não precisará mais cumprir o acordo sobre o cessar-fogo firmado em 1945, bem como o acordo sobre a regularização final relativamente à Alemanha de 1991.
"A aliança bélica da OTAN está nos arrastando para um abismo nuclear e está sendo usada pelos EUA para encobrir uma política secreta de expansão. No final, será a Europa que queimará" destacou.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала