Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA: fechamento de espaço aéreo para Lavrov mostra que UE responsabiliza Rússia sobre Ucrânia

© AP Photo / Andrew HarnikPorta-voz do Departamento de Estado, Ned Price responde a pergunta de repórter durante entrevista coletiva na agência, em Washington, 28 de fevereiro de 2022
Porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price responde a pergunta de repórter durante entrevista coletiva na agência, em Washington, 28 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.06.2022
Nos siga noTelegram
O fechamento do espaço aéreo para o jato do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, foi uma decisão soberana dos países da União Europeia (UE), que mostraram seu compromisso de responsabilizar Moscou pela crise na Ucrânia, declarou o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, nesta segunda-feira (6).
Lavrov deveria visitar Belgrado hoje (6) e amanhã (7), mas os países vizinhos da Sérvia fecharam seu espaço aéreo para o avião do ministro russo.
Antes do impedimento, no domingo (5), o jornal sérvio Vecernje Novosti havia informado que as autoridades da Bulgária, de Montenegro e da Macedônia do Norte tinham proibido o avião do ministro de sobrevoar seu espaço aéreo.

"Isso reflete o compromisso da Europa de responsabilizar a Rússia por sua agressão não provocada e injustificada na Ucrânia. Instamos a Sérvia a se concentrar em seu objetivo declarado de adesão à UE, incluindo o alinhamento de suas políticas externas e de segurança com o resto da Europa", disse Price em entrevista a jornalistas.

Desde o início da operação militar especial russa na Ucrânia, no dia 24 de fevereiro, os EUA e seus aliados iniciaram a aplicação de sanções contra Moscou. Entre as principais medidas estão restrições econômicas às reservas internacionais russas e a suas exportações de petróleo, gás, aço e ferro.
Bandeira da União Europeia na Alemanha - Sputnik Brasil, 1920, 03.06.2022
Panorama internacional
União Europeia adotou definitivamente 6º pacote de sanções contra Rússia
A União Europeia também censurou mídias russas, bloqueando o acesso à Sputnik e à RT em seu território. YouTube, Twitter, Facebook e Instagram (as duas últimas plataformas pertencentes à empresa extremista Meta, banida no território da Rússia) também restringiram o acesso a páginas e links de mídias estatais russas. No caso do YouTube, as mídias foram banidas da plataforma.
Segundo Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em entrevista concedida à TV italiana La7, o Ocidente, liderado por Washington, escolheu o caminho de cortar relações com a Rússia bem antes do início da operação, quando começou a obstruir a construção de gasodutos à Europa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала