EUA enviam 4 bombardeiros B-1B a Guam em meio a tensões na região (FOTOS)

© Aviador sênior River BruceDois bombardeiros B-1B Lancer do Nono Esquadrão de Bombas voam em formação antes de pousar na Base da Força Aérea Andersen, Guam, 26 de maio, depois de conduzir uma missão no mar do Sul da China
Dois bombardeiros B-1B Lancer do Nono Esquadrão de Bombas voam em formação antes de pousar na Base da Força Aérea Andersen, Guam, 26 de maio, depois de conduzir uma missão no mar do Sul da China - Sputnik Brasil, 1920, 06.06.2022
Nos siga noTelegram
Imagens de satélite revelaram quatro bombardeiros B-1B dos EUA na Base da Força Aérea de Andersen, na ilha de Guam.
De acordo com o portal The Drive, ainda não está claro se os bombardeiros farão parte da nova investida dos EUA na região do Indo-Pacífico ou apenas participarão de exercícios militares.
Contudo, há rumores de que alguns bombardeiros norte-americanos foram implantados na base como elemento dissuasor contra as ações da Coreia do Norte.
Frequentemente, os EUA enviam seus bombardeiros à região para a realização de patrulhas aéreas de zonas de interesse norte-americano e territórios disputados, como o mar do Sul da China.
Em meio às crescentes tensões com a China na região da Ásia-Pacífico, os EUA implantaram quatro bombardeiros estratégicos de longo alcance B-1B Lancer na Base Aérea de Andersen, em Guam.
Guam, por exemplo, é palco constante dos sobrevoos dos bombardeiros B-52 norte-americanos, assim como dos B-1, uma medida que visa não apenas os norte-coreanos como também os chineses.
Com isso, os americanos pretendem mostrar que estão presentes para "garantir a segurança" na região do Indo-Pacífico.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала