Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Inflação nos EUA e na UE é resultado de emissão de dinheiro 'sem precedentes', diz Putin

© Foto / Pixabay / benscrippsDólar dos EUA (imagem referencial)
Dólar dos EUA (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 04.06.2022
Nos siga noTelegram
A inflação nos EUA é uma consequência dos erros cometidos pelas autoridades financeiras americanas, que eles já admitiram, enquanto na União Europeia (UE) tem mais a ver com as más políticas energéticas implementadas por Bruxelas, disse nesta sexta-feira (3) o presidente russo, Vladimir Putin.
As tentativas de culpar a crise na Ucrânia pelo aumento vertiginoso do custo de vida no Ocidente equivale a fugir à responsabilidade, afirmou Putin em uma entrevista de TV que ocorreu após o seu encontro em Sochi com Macky Sall, presidente da União Africana.
Praticamente todos os governos recorreram a estímulos fiscais para apoiar a população e as empresas afetadas pela pandemia de COVID-19.
A Rússia também recorreu a essas medidas mas "com muito mais cuidado", sem perturbar o quadro macroeconômico e provocar a inflação, disse o líder russo.
Por outro lado, nos EUA, a emissão de dinheiro cresceu 38% - US$ 5,9 trilhões em menos de dois anos, o que Putin chamou de "produção sem precedentes da máquina de impressão” de dinheiro.

"Aparentemente, as autoridades financeiras dos EUA presumiram que, uma vez que o dólar é a moeda de reserva, tal como nos velhos tempos, isso se dissiparia em toda a economia mundial e não seria perceptível nos EUA. Descobriu-se que não foi isso que aconteceu", observou Putin em entrevista.

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, tomou uma decisão sensata ao admitir que estava errada em relação à inflação, notou Putin.
"Portanto, este é um erro das autoridades financeiras e econômicas dos EUA, isso não tem nada a ver com as ações da Rússia na Ucrânia, de forma alguma", disse ele.
Em relação à política da União Europeia no setor da energia, Putin ressaltou que "tudo está interligado", notando que o aumento dos preços dos gás levaram ao aumento "dramático" do preço dos fertilizantes, entre outras coisas, tornando muitas indústrias não rentáveis e forçando-as a fechar.
A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, em Moscou, Rússia, 28 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 03.06.2022
Panorama internacional
MRE da Rússia: Moscou considera impor pagamentos em rublos por bens além do gás natural
A União Europeia culpou repetidamente Moscou pelo aumento dos custos de energia enquanto congela projetos de energia conjuntos russo-europeus e embargam as entregas russas de gás e petróleo.
Na sexta-feira (3), o bloco europeu aprovou formalmente o 6º pacote de sanções, que inclui planos para eliminar gradualmente as compras de petróleo russo.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала