Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Explosão em praia de Mariupol deixa 2 mortos; serviço russo detectou minas ucranianas à deriva

© AP Photo / Efrem LukatskyGuardas de fronteira ucranianos patrulhando o mar de Azov
Guardas de fronteira ucranianos patrulhando o mar de Azov - Sputnik Brasil, 1920, 03.06.2022
Nos siga noTelegram
Um adulto e uma criança morreram após uma explosão em uma praia na cidade ucraniana de Mariupol, informou o alto escalão da defesa territorial da República Popular de Donetsk (RPD).

"Como resultado da detonação de um objeto explosivo no território de uma praia [...] duas pessoas morreram, incluindo uma criança", afirmou a RPD.

Um correspondente da Sputnik informou que a explosão ocorreu no mar de Azov, provavelmente causada por uma mina à deriva, a dezenas de metros da praia de Mariupol e não muito longe da siderúrgica Azovstal.
Em 19 de março, o Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB, na sigla em russo) acusou os militares ucranianos de terem instalado cerca de 420 minas em diversos portos do país, deixando-as à deriva nos mares Negro e de Azov devido às correntes marítimas.
© Sputnik / Aleksei Kudenko / Abrir o banco de imagensSoldados do batalhão Vostok, da Milícia Popular de Donetsk, contornam o território da fábrica destruída Azovstal em busca de minas e projéteis, em Mariupol, 21 de maio de 2022
Sapadores do batalhão Vostok da Milícia Popular da República Popular de Donetsk (RPD) contornam o território da fábrica destruída Azovstal em busca de minas e projéteis, Mariupol, 21 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 03.06.2022
Soldados do batalhão Vostok, da Milícia Popular de Donetsk, contornam o território da fábrica destruída Azovstal em busca de minas e projéteis, em Mariupol, 21 de maio de 2022. Foto de arquivo
As Forças Armadas da Rússia afirmam que os militares ucranianos utilizam "métodos terroristas" nos combates da operação militar especial russa, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.
A Rússia iniciou a ação em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda da RPD e da República Popular de Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Soldados portugueses participam de exercícios da OTAN - Sputnik Brasil, 1920, 03.06.2022
Panorama internacional
OTAN, 'tentando acender estopim', realiza exercícios próximo da fronteira com Ucrânia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала