Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Japão aprova reativação de reator nuclear semelhante ao da usina de Fukushima

© AFP 2022 / STRO diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Rafael Grossi (2º à direita) em frente aos tanques de armazenamento de água radioativa em visita à usina nuclear da Tokyo Electric Power Company Holdings (TEPCO), Fukushima Daiichi em Okuma, prefeitura de Fukushima, 19 de maio de 2022
O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Rafael Grossi (2º à direita) em frente aos tanques de armazenamento de água radioativa em visita à usina nuclear da Tokyo Electric Power Company Holdings (TEPCO), Fukushima Daiichi em Okuma, prefeitura de Fukushima, 19 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 02.06.2022
Nos siga noTelegram
A Chugoku Electric Power, empresa responsável pela usina, espera iniciar a atividade já em 2023.
Autoridades da prefeitura de Shimane, no Japão, aprovaram nesta quinta-feira (2) um plano para reiniciar um reator semelhante aos usados na problemática usina de Fukushima.
O sinal verde para reativar o reator nº 2 da usina nuclear de Shimane foi anunciado pelo governador Tatsuya Maruyama em uma assembleia regional.

"Entendo que [a energia nuclear] desempenha um certo papel" na política energética do Japão, disse a autoridade, segundo informou o portal Nikkei. "Achei que reiniciar [o reator] era inevitável neste momento, então decidi aceitá-lo", acrescentou.

A Chugoku Electric Power, empresa responsável pela usina atômica, localizada em Matsue, capital da prefeitura, busca reativar a unidade em, no mínimo, 2023. A usina estava inativa desde 2012.
Navio conduzindo pesquisa oceanográfica (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 29.05.2022
Panorama internacional
Japão protesta perante Coreia do Sul por atividades perto de ilhas disputadas
É provável que se torne o primeiro reator de água fervente do país a voltar a funcionar desde o desastre de Fukushima em 2011.
O Japão tem reiniciado gradualmente usinas nucleares inativas, mas os reatores reativados até agora são de água pressurizada.
A usina de Shimane é a única do país localizada em uma capital de província. De acordo com os planos de evacuação da instalação nuclear, cerca de 460.000 pessoas vivem em um raio de 30 quilômetros dela.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала