Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Canadá diz que aviões da China assediaram suas aeronaves de patrulha que monitoravam Coreia do Norte

© Fred DufourBandeiras canadenses e chinesas tiradas antes de uma reunião com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o presidente da China, Xi Jinping, no Diaoyutai State Guesthouse em Pequim (foto de arquivo)
Bandeiras canadenses e chinesas tiradas antes de uma reunião com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o presidente da China, Xi Jinping, no Diaoyutai State Guesthouse em Pequim (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 02.06.2022
Nos siga noTelegram
As aeronaves canadenses faziam parte da Operação NEON que visa monitorar se sanções da ONU aplicadas à Coreia do Norte estão sendo respeitadas em ambiente marítimo.
As Forças Armadas do Canadá acusaram aviões de guerra chineses de assediarem suas aeronaves de patrulha enquanto monitoram as evasões de sanções da Coreia do Norte, às vezes forçando os aviões canadenses a desviarem de suas rotas de voo, segundo Reuters.
Conforme relatado em um comunicado da corporação publicado hoje (2) e citado pela mídia, em várias ocasiões, de 26 de abril a 26 de maio, a Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (ELP) abordou uma aeronave de patrulha de longo alcance CP-140 Aurora da Força Aérea Real Canadense (RCAF).

"Nessas interações, as aeronaves do ELP não aderiram às normas internacionais de segurança aérea. […] Essas interações não são profissionais e/ou colocam em risco a segurança de nosso pessoal da RCAF", disse a nota das Forças Armadas.

Tais interações são preocupantes e de frequência crescente, disseram os militares canadenses, observando que as missões ocorrem durante operações aprovadas pelas Nações Unidas para implementar sanções à Coreia do Norte.
Em Ottawa, caminhoneiros manifestantes deixam o centro da cidade após a polícia encerrar protesto contra medidas de controle da COVID-19, 19 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2022
Panorama internacional
China critica Canadá por usar 'dois pesos e duas medidas' em protestos de Hong Kong e Ottawa
De acordo com a mídia, as aeronaves canadenses faziam parte da Operação NEON de Ottawa, que prevê navios militares, aeronaves e pessoal mobilizado para identificar suspeitas de evasão de sanções no mar, incluindo transferências de navio para navio de combustível e outros suprimentos proibidos pelas resoluções do Conselho de Segurança da ONU.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала