Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Projeto 'ecologicamente destrutivo' para perfurar gás é aprovado às pressas por 2 países da UE

© AP Photo / Claus BonnerupExploração de petróleo no mar do Norte pela Dinamarca
Exploração de petróleo no mar do Norte pela Dinamarca - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022
Nos siga noTelegram
Países Baixos e Alemanha, dois países da União Europeia (UE), devem perfurar conjuntamente um novo campo de gás no mar do Norte, disse o governo holandês nesta quarta-feira (1º).
Embora Alemanha e Países Baixos estejam entre os países críticos ao governo de Jair Bolsonaro em razão do desmatamento no Brasil, ambos assinaram um termo de comprometimento para perfurar uma região ecologicamente protegida.
O governo holandês disse que várias medidas serão tomadas para proteger o meio ambiente, incluindo afastar a perfuração de um projeto de ostras e corais na área.
Além disso, não será permitido descarregar fluido de perfuração no mar e será obrigatório bombear a água liberada durante a produção de gás através de um filtro. Essas medidas, no entanto, foram duramente condenadas em anos anteriores por grupos ambientalistas.
Segundo a revista Der Spiegel, muitos sustentam que a estratégia de contrapartida ambiental é insuficiente para o tamanho do projeto e suas consequências sobre a região.
Manifestantes anti-Brexit seguram cartaz que diz Mentirosos egoístas estão destruindo nossa nação, em Londres, Reino Unido, 28 de abril de 2021 (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 30.05.2022
Panorama internacional
Quase 6 milhões de famílias no Reino Unido podem ficar sem energia no inverno, diz jornal
A Alemanha, por exemplo, há menos de um ano decidiu não emitir licenças para a mesma perfuração perto das ilhas ecologicamente sensíveis de Schiermonnikoog e Borkum. Grupos ambientalistas dos Países Baixos também têm preocupações.
A decisão conjunta é tomada apenas um dia depois de a Rússia cortar o fornecimento de gás ao governo holandês.
Hans Vijlbrief, secretário de Estado para as Indústrias Extrativas do país, "emitiu hoje [1º] licenças para a parte holandesa", disse em comunicado, acrescentando que "está em andamento um procedimento acelerado para as licenças necessárias" na Alemanha.
"O gabinete apoia a extração de gás no mar do Norte para, por exemplo, ter gás suficiente para aquecer nossas casas", disse o Ministério da Economia e Clima.
O controverso plano de perfuração de gás a 19 km da costa na fronteira dos Países Baixos com a Alemanha não é novo, mas assumiu uma urgência desde que a Gazprom, da Rússia, anunciou que estava interrompendo todo o fornecimento de gás aos Países Baixos.
Isso ocorreu depois que a empresa de energia holandesa GasTerra se recusou a pagar pela commodity em rublos, uma exigência aos países considerados hostis pelo Kremlin.
Os Países Baixos anunciaram em abril que pretendiam cortar o fornecimento de gás e petróleo russo até o fim do ano. O gás russo representou cerca de 15% de sua oferta total. A Alemanha, no entanto, é extremamente dependente da energia russa.
Homem pesca no gelo do golfo da Finlândia ao lado da torre comercial Lakhta Center, sede da empresa russa de gás Gazprom, em São Petersburgo, Rússia, 13 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 31.05.2022
Panorama internacional
Entregas de gás russo para Shell, na Alemanha, e Orsted, na Dinamarca, serão suspensas em junho
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала