Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Turquia não mudará postura sobre Finlândia e Suécia se elas não derem certos passos, diz Erdogan

© AFP 2022 / Adem AltanO presidente turco Recep Tayyip Erdogan fala durante uma coletiva de imprensa após uma reunião de gabinete no Complexo Presidencial em Ancara em 9 de maio de 2022
O presidente turco Recep Tayyip Erdogan fala durante uma coletiva de imprensa após uma reunião de gabinete no Complexo Presidencial em Ancara em 9 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 31.05.2022
Nos siga noTelegram
A Turquia espera que Estocolmo e Helsinque deem "os passos necessários" para ingressarem na Aliança Atlântica, afirmou na segunda-feira (30) o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.
O mandatário sublinhou que Ancara se opõe à adesão destes países à OTAN "em nome de todos os membros que até agora têm sido alvos do terrorismo".
"A Turquia quer que os países candidatos controlem as atividades de todas as organizações terroristas e extraditem os membros dessas organizações. Apresentámos provas claras às autoridades desses países e aguardamos a sua intervenção", escreveu Erdogan em seu artigo para o The Economist.

"Além disso, a Turquia quer que estes países apoiem as operações antiterroristas dos membros da OTAN. O terrorismo constitui uma ameaça para todos os membros e os países candidatos devem reconhecer esta realidade antes de aderirem. A menos que eles tomem as medidas necessárias, a Turquia não mudará a sua posição sobre esta questão", ressaltou o líder turco.

Ante a situação na Ucrânia, a Finlândia e a Suécia enviaram em 18 de maio ao secretário-geral da OTAN os pedidos para ingresso na aliança, mas a Turquia ameaça vetar a adesão dos dois países nórdicos. Erdogan afirmou que Ancara é contra o ingresso porque não pode acreditar nas suas promessas quanto às ligações com os representantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, proibido na Turquia.
Recep Tayyip Erdogan, presidente turco, durante reunião de gabinete em Ancara, Turquia, 23 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.05.2022
Panorama internacional
Turquia não aceitará adesão à OTAN de países que apoiam terrorismo, diz Erdogan
A Rússia, por sua vez, considera que as ações do bloco visam a confrontação. O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, declarou que a nova expansão da OTAN não levará a uma maior segurança na Europa.
Entretanto, o presidente Vladimir Putin acredita que a recusa da política tradicional finlandesa de neutralidade militar seria um erro, porque realmente não há qualquer ameaça à sua segurança.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала