Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Novo pacote: Canadá impõe sanções a 22 pessoas e 4 entidades da Rússia

© AP Photo / Efrem LukatskyO primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky (foto de arquivo)
O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e o presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 31.05.2022
Nos siga noTelegram
O governo canadense divulgou um novo pacote de sanções contra a Rússia nesta terça-feira (31). As medidas anunciadas atingem 22 pessoas e quatro entidades.

"A ilustre Mélanie Joly, ministra das Relações Exteriores, anunciou hoje [terça-feira, 31] que o Canadá está impondo novas sanções sob o Regulamento de Medidas Econômicas Especiais [contra a Rússia] em resposta à invasão flagrante e injustificável da Ucrânia pelo presidente russo, Vladimir Putin", informou o ministério das Relações Exteriores em comunicado, acrescentando que entre os indivíduos e entidades listados estão altos funcionários de instituições financeiras russas e seus parentes.

Os sancionados são a Sociedade Gestora do Fundo de Investimento Direto Russo, o Banco Agrícola Russo, a ex-ginasta Alina Kabaeva e as filhas do cofundador do conglomerado Alfa-Group Mikhail Fridman.
© AP Photo / Susan WalshO presidente dos EUA, Joe Biden (ao centro), o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau (à direita), e o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, chegam para reunião de líderes da América do Norte na Casa Branca, em Washington, em 18 de novembro de 2021
Presidente dos EUA, Joe Biden, primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, chegam para a reunião de líderes da América do Norte na Casa Branca, Washington, 18 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 31.05.2022
O presidente dos EUA, Joe Biden (ao centro), o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau (à direita), e o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, chegam para reunião de líderes da América do Norte na Casa Branca, em Washington, em 18 de novembro de 2021. Foto de arquivo
Desde o início da operação militar especial russa na Ucrânia, no dia 24 de fevereiro, os EUA e seus aliados iniciaram a aplicação de sanções contra Moscou. Entre diversas medidas estão restrições econômicas às reservas internacionais russas e a suas exportações de petróleo, aço e ferro.
A escalada de sanções impostas pelo Ocidente transformou a Rússia, de forma disparada, na nação mais sancionada do mundo, segundo a plataforma Castellum.ai, serviço de rastreamento de restrições econômicas no mundo.
No total, estão em vigor 10.580 medidas restritivas contra a Rússia, segundo os cálculos do site. A quantidade é quase o triplo das 3.616 sanções impostas pelo Ocidente ao Irã. Na sequência aparecem a Síria (2.608), a Coreia do Norte (2.077), a Venezuela (651), Mianmar (510) e Cuba (208).
Secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg (no centro), durante coletiva de imprensa junto com o chanceler da Finlândia, Pekka Haavisto (à esquerda), e a da Suécia, Ann Linde (à direita), Bruxelas, 24 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 31.05.2022
Panorama internacional
Fronteira entre Finlândia e Rússia pode se tornar 'pesadelo estratégico' para OTAN, diz analista
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала