MD russo: 152 corpos de militares ucranianos em veículo isotérmico minado são achados na Azovstal

© Sputnik / Konstantin MikhalchevskyVista da siderúrgica Azovstal a partir do mar, ao largo de Mariupol, 30 de maio de 2022
Vista da siderúrgica Azovstal a partir do mar, ao largo de Mariupol, 30 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 31.05.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da Rússia informou hoje, terça-feira (31), que os militares russos encontraram na siderúrgica Azovstal um veículo isotérmico com 152 corpos de soldados ucranianos mortos. Debaixo dos corpos tinham sido instaladas quatro minas, capazes de destruir todos os restos mortais, de acordo com a pasta.
A entidade especifica que, em resultado de interrogatórios dos prisioneiros do Batalhão Azov, foi determinado que os corpos dos mortos foram minados por ordem direta de Kiev a fim de condenar a Rússia de eliminação deliberada dos restos e para não permitir sua retirada e entrega às famílias, preservando assim "a reputação política" de Kiev e pessoalmente do presidente Zelesnky.
O representante oficial do ministério, o major-general Igor Konashenkov, informou também que o lado russo vai em breve entregar os corpos dos combatentes e militares ucranianos descobertos no território da Azovstal aos representantes da Ucrânia.
Sapadores do batalhão Vostok da Milícia Popular da República Popular de Donetsk (RPD) contornam o território da fábrica destruída Azovstal em busca de minas e projéteis, Mariupol, 21 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Panorama internacional
Militares da RPD vasculham Azovstal em busca de tropas ucranianas escondidas
Além disso, o militar russo informou que nas últimas 24 horas, as tropas de mísseis e artilharia do Exército da Rússia atingiram 38 centros de comando, 417 áreas de concentração de força viva e de equipamento, bem como 46 posições de fogo das tropas ucranianas.
Os ataques da aviação russa na República de Donetsk eliminaram até 290 nacionalistas ucranianos. Adicionalmente, foi derrubado um avião Su-25, na região de Nikolaev, e abatidos seis drones da Ucrânia.
Especificou ainda que foram destruídas 36 unidades de armamento e equipamento militar, inclusive duas baterias de lançadores múltiplos de foguetes Uragan e Grad, dois depósitos de munição e um de combustível.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала