Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Situação na Ucrânia mostra que a OTAN está 'em guerra' contra a Rússia, diz historiador italiano

© AFP 2022 / Geoges GobetQuartel-general da OTAN em Bruxelas
Quartel-general da OTAN em Bruxelas - Sputnik Brasil, 1920, 28.05.2022
Nos siga noTelegram
A situação na Ucrânia mostra que a OTAN está "em guerra" contra a Rússia, disse ao canal italiano La7 o jornalista e historiador Angelo d’Orsi.
O interlocutor criticou as medidas restritivas do Ocidente contra Moscou, chamando-as de "completamente ineficazes e incorretas".

"Nós mesmos seremos vítimas das sanções, já nos tornamos. Ou seja, temos que calcular e comparar nossas perdas [causadas] pelas sanções e as perdas da Rússia [...] De qualquer forma, esta é uma guerra da OTAN contra a Rússia", disse d’Orsi.

O professor especificou que não considera a Aliança Atlântica um bloco defensivo.

"A OTAN é uma organização militar baseada no Tratado do Atlântico Norte e se comporta como uma organização militar agressiva, sempre foi assim", observou o historiador.

D’Orsi salientou que este bloco violou o direito internacional durante os conflitos no Iraque, Líbia, Síria e Iugoslávia.
Muralhas do Kremlin junto ao rio Moscou em Moscou, Rússia, foto publicada em 22 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
Panorama internacional
Conselho de Segurança da Rússia: OTAN vê como cenário ideal conflito na Ucrânia ardendo eternamente
Nesta semana, o jornal norte-americano Politico disse que, mesmo com ameaças de Washington, os países tentam se manter neutros e não buscam utilizar a crise "como uma oportunidade de isolar ou enfraquecer a Rússia".
O Politico ainda destaca que os argumentos estadunidenses parecem ser "hipócritas" devido ao histórico dos EUA, que abandona seus princípios "quando parece conveniente" para eles, assim como fez em Kosovo, no Iraque e na Líbia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала