Irã está construindo enorme navio de guerra, descrito como 'cidade naval móvel', diz mídia (FOTO)

© AP Photo / SepahnewsNavio de guerra do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica é lançado no Irã
Navio de guerra do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica é lançado no Irã - Sputnik Brasil, 1920, 27.05.2022
Nos siga noTelegram
O navio seria um dos maiores navios de guerra do mundo e parece ter armas antiaéreas tripuladas em sua proa e popa. O intuito da embarcação é "garantir a segurança das linhas comerciais do Irã" no golfo Pérsico.
O Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) está construindo um novo navio de apoio maciço perto do estratégico estreito de Ormuz, segundo o The Times of Israel.
A construção do navio intitulado Shahid Mahdavi fornece ao IRGC uma grande base para operar pequenos barcos rápidos que compõem em grande parte sua frota projetada para combater a Marinha dos EUA e outras forças aliadas na região.
Uma imagem da embarcação está circulando nas redes sociais e o navio parece ter armas antiaéreas tripuladas em sua proa e popa, de acordo com a mídia. Há também uma bandeira do IRGC mostrando o logotipo de um punho segurando um rifle de assalto com um Alcorão embaixo e um globo atrás dele.
Novo navio massivo do IRGC, com aproximadamente 235 metros de comprimento. Portanto, um dos maiores navios de guerra em serviço no mundo. Provavelmente um navio de base avançado, com drones, helicópteros etc. IRGC tenta rivalizar com o ex-tanque Makran da Marinha iraniana.
Enquanto a imagem do Shahid Mahdavi circula on-line, a agência de notícias iraniana Fars publicou uma história sobre o navio. A agência, que se acredita ser próxima do IRGC, descreveu o navio como uma "cidade naval móvel" capaz de "garantir a segurança das linhas comerciais do Irã, bem como os direitos dos marinheiros e pescadores iranianos em alto mar".
"Esta gama de novas inovações de defesa e combate para a construção de navios pesados, em linha com o desenvolvimento em massa de navios leves, e equipá-los com várias matrizes pode manter a autoridade do Irã sobre o golfo Pérsico e de Omã sempre para enfrentar inimigos trans-regionais", disse a Fars citada pelo jornal israelense.
Para Michael Connell, especialista em assuntos iranianos do Centro de Análises Navais (CNA, na sigla em inglês) com sede na Virgínia, EUA, "o Shahid Mahdavi parece que será configurado para ser uma base flutuante, para usar o termo da Marinha dos EUA. O puller ficou estacionado por muitos anos no golfo Pérsico e os militares iranianos testemunharam sua utilidade como plataforma para guerra expedicionária e projeção de poder", afirmou.
A chegada da embarcação, que seria o maior navio da frota do IRGC, ocorre em meio a uma série de desastres navais para o Irã.
Navios dos EUA e do Reino Unido durante os exercícios do golfo Pérsico (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 12.05.2022
Panorama internacional
Irã afirma que países 'estrangeiros' minam segurança regional e devem ficar fora do golfo Pérsico
O Kharg, maior navio de guerra da Marinha iraniana, afundou em junho passado. Em 2020, um míssil atingiu por engano um navio da Marinha durante um exercício, matando 19 marinheiros e ferindo 15. Um destróier da marinha iraniana afundou no mar Cáspio em 2018.
Além disso, Teerã enfrenta questões com embarcações que carregam seu petróleo e que são apreendidas pelos Estados Unidos. Ontem (27), Washington apreendeu carga de petróleo do Irã contido em navio operado pela Rússia, conforme noticiado.
Petroleiro (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 27.05.2022
Panorama internacional
Apreensão de petroleiro às ordens dos EUA é exemplo de 'banditismo internacional', diz mídia do Irã
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала