Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Expansão da OTAN não exigirá forças adicionais dos EUA na Europa, diz general americano

© Foto / Senior Airman Erin PiazzaMilitares do Exército dos EUA durante treinamento (imagem referencial)
Militares do Exército dos EUA durante treinamento (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 27.05.2022
Nos siga noTelegram
O general norte-americano Christopher Cavoli, que lidera o Exército dos EUA na Europa e África, considera que os EUA não precisam ampliar sua presença na Europa, mesmo com a adesão da Finlândia e Suécia à OTAN.
"Pelo menos em terra, não haverá necessidade de forças significativas ou adicionais", afirmou o general americano.
Contudo, ele observou que, em vez disso, os EUA vão se focar em tipos temporários de cooperação com a Finlândia e Suécia, para um maior número de exercícios militares.
De acordo com o general, citado pelo portal Defense News, foi declarado aos senadores americanos que a ampliação da presença de tropas dos EUA na Europa até 100 mil militares "não está relacionada com as questões da Finlândia e Suécia".
Os EUA aumentaram seu número de tropas na Europa para 100 mil em março, o maior continente desde 2005.
Nesta imagem fornecida pela Força Aérea dos EUA, paletes de munição, armas e outros equipamentos com destino à Ucrânia são carregados em um avião por membros do 436º Esquadrão Aéreo do Porto durante uma missão de vendas militares estrangeiras na Base Aérea de Dover, Delaware, 30 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.05.2022
Panorama internacional
Países da OTAN têm 'acordo informal' de não fornecer à Ucrânia certos armamentos, diz mídia alemã
Anteriormente, diversas autoridades norte-americanas informaram à CNN que os EUA planejam manter os 100 mil soldados na Europa ao longo dos próximos anos.
A maioria dos soldados está estacionada na Polônia e na Alemanha, seguidas pela Itália e Reino Unido. Recentemente, os Estados bálticos pediram uma presença de tropas ainda maior na região à medida que o conflito na Ucrânia continua.
Antes da operação militar da Rússia na Ucrânia, os EUA tinham cerca de 60 mil soldados estacionados na Europa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала