Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Mais 407 áreas de tropas ucranianas são eliminadas pelas forças russas nas últimas 24 horas

© Sputnik / Pavel Lisitsyn / Abrir o banco de imagensComplexo de mísseis Iskander-M
Complexo de mísseis Iskander-M - Sputnik Brasil, 1920, 26.05.2022
Nos siga noTelegram
As forças de mísseis e artilharia da Rússia eliminaram mais 62 postos de comando, 407 áreas de concentração de tropas e equipamentos militares da Ucrânia, bem como 47 posições de artilharia e três depósitos.
O MD russo informou que os sistemas de defesa antiaérea da Rússia abateram um helicóptero Mi-24 na região de Carcóvia e um avião de transporte militar com munições na região de Odessa.
Além disso, mais 13 drones ucranianos foram destruídos nas áreas de Zelenyi Gay, na região de Kherson, Velykhovka e Malye Prokhody, Gavrylovka, Veseloye na região de Carcóvia, Yepifanovka e Kirovsk na República Popular de Lugansk, bem como duas aeronaves não tripuladas Tu-143 de fabricação soviética na região de Melovatka, na República de Lugansk.
Desde o começo da operação militar especial foram destruídos 179 aviões, 127 helicópteros, 1.019 veículos aéreos não tripulados e 323 sistemas de mísseis antiaéreos das forças ucranianas, 3.266 tanques e outros veículos blindados, 433 lançadores múltiplos de foguetes, 1.682 peças de artilharia e morteiros, bem como 3.190 unidades de equipamento militar especial móvel.
Em 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início de uma operação especial militar para "desmilitarização e desnazificação da Ucrânia".
Durante a operação, as Forças Armadas da Rússia eliminam instalações da infraestrutura militar ucraniana, sem realizar ataques contra alvos civis em cidades. Os militares russos também organizam corredores humanitários para população civil que foge da violência dos neonazistas e nacionalistas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала