Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Maior presença militar dos EUA na Grécia pode exacerbar tensões entre Atenas e Ancara, diz professor

© AP Photo / Ministério de Defesa da GréciaExercícios militares entre Grécia e EUA no Mediterrâneo
Exercícios militares entre Grécia e EUA no Mediterrâneo - Sputnik Brasil, 1920, 26.05.2022
Nos siga noTelegram
A crescente presença militar dos EUA na Grécia pode conduzir a cenários indesejados no mar Egeu, alerta especialista.
Com a recente ratificação do Acordo de Cooperação em Defesa Mútua (MDCA, na sigla em inglês) entre a Grécia e os EUA pelo parlamento grego, Washington ganhou acesso a três bases militares na Grécia, para além da que já opera.
O governo de Atenas disse que o acordo deve ser enxergado como um indicador da elevada importância que a Grécia tem para os EUA. Entretanto, especialista adverte que a presença crescente dos Estados Unidos na Grécia poderia levar a cenários indesejáveis na região do mar Egeu.

Em entrevista à agência turca Anadolu, Ali Bakeer, professor assistente de Relações Internacionais na Universidade do Catar, disse que usar a Grécia para prejudicar a Turquia é uma "estratégia antiga e típica" de algumas potências ocidentais.

"Implantar mais tropas dos EUA na Grécia vai dividir as potências da OTAN e só vai encorajar Atenas a tomar políticas arriscadas e desempenhar mais vezes um papel destruidor", observou Bakeer.
Recep Tayyip Erdogan, presidente turco, dá discurso no Parlamento do país em Ancara, Turquia, 18 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
Panorama internacional
Erdogan declara que primeiro-ministro da Grécia 'não existe mais' para ele
Isto seria altamente perigoso para a estabilidade e segurança regionais, já que Atenas poderia ultrapassar os limites, acrescentou. Além disso, Bakeer afirma que, se as coisas se intensificarem entre Atenas e Ancara, os EUA não viriam resgatar a Grécia como alguns podem erroneamente acreditar.
Abordando a importância da Turquia na arquitetura da segurança transatlântica, ele sublinhou que o país, que tem as segundas maiores forças armadas da OTAN depois dos EUA, recentemente provou seu valor e capacidade na Síria e Líbia.
Por fim, ele afirmou que a Turquia deve estar ciente de que mais implantações dos EUA na Grécia podem tornar Atenas “mais imprudente”.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала