Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Exército chinês pode destruir satélites Starlink caso ameacem segurança nacional do país, diz estudo

© Foto / Domínio público / Força Aérea dos EUA / Sargento Jim AraosLançamento de satélite Iridium em foguete Falcon 9 da SpaceX no Complexo de Lançamento Espacial 4, Califórnia, EUA, 22 de dezembro de 2017
Lançamento de satélite Iridium em foguete Falcon 9 da SpaceX no Complexo de Lançamento Espacial 4, Califórnia, EUA, 22 de dezembro de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 26.05.2022
Nos siga noTelegram
Um estudo publicado na revista Modern Defense Technology indicou que o Exército chinês poderia desativar ou destruir os satélites Starlink da empresa norte-americana SpaceX, caso estes ameacem a segurança nacional do país.
Os autores do estudo, liderado por Ren Yuanzhen, pesquisador do Instituto de Rastreamento e Telecomunicações de Pequim, sob a Força de Apoio Estratégico do ELP, asseguram que o país asiático precisa desenvolver suas capacidades antissatélite, incluindo um sistema de vigilância com uma escala e sensibilidade sem precedentes para rastrear e monitorar cada Starlink.
O estudo indica que é preciso adotar uma combinação de métodos de eliminação suave e dura, para fazer com que os Starlinks percam suas funções, e destruindo o sistema operacional da constelação.
Wang Yi (à esquerda) e Narayan Khadka (à direita), ministros das Relações Exteriores da China e do Nepal, respetivamente, acenam antes de encontro em Kathmandu, Nepal, 26 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 25.05.2022
Panorama internacional
China começa turnê diplomática no Pacífico Sul em meio às tentativas do Quad de contrariar Pequim
Recentemente, a SpaceX firmou um contrato do o Pentágono para desenvolver uma nova tecnologia baseada na plataforma Starlink.
O contrato inclui instrumentos sensíveis capazes de detectar e rastrear armas hipersônicas que viajam a Mach 5, na atmosfera terrestre.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала