Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Agência nuclear: 30 toneladas de plutônio e 40 de urânio estão armazenadas em central ucraniana

© AP Photo / Dmitry LovetskyUm caminhão transporta contêineres com urânio de baixo enriquecimento para ser usado como combustível para reatores nucleares, em um porto de São Petersburgo, Rússia, 14 de novembro de 2013
Um caminhão transporta contêineres com urânio de baixo enriquecimento para ser usado como combustível para reatores nucleares, em um porto de São Petersburgo, Rússia, 14 de novembro de 2013 - Sputnik Brasil, 1920, 26.05.2022
Nos siga noTelegram
O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA, na sigla em inglês), Rafael Grossi, afirmou que 30 toneladas de plutônio e 40 toneladas de urânio enriquecido estão armazenadas na Usina Nuclear de Zaporozhie, que está sob o controle dos militares russos.
"São 30 mil quilos de plutônio, 40 mil quilos de urânio enriquecido, e meus inspetores não têm acesso a isso", disse Grossi no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, nesta quarta-feira (25).
Segundo reportagens anteriores publicadas pela mídia, a Agência Internacional de Energia Atômica está mantendo conversas com a Ucrânia e a Rússia sobre a admissão de especialistas na central nuclear de Zaporozhie.

"Esperamos ir até lá para evitar que haja um problema ou que acabemos descobrindo que estão faltando algumas centenas de quilos de material para armas nucleares", disse ele.

Bandeira britânica hasteada em frente à embaixada do Reino Unido em Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Panorama internacional
'Golpe na OTAN': nomeado método para paralisar guarda-chuva nuclear do Reino Unido
No final de abril, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia negou relatos na mídia ocidental sobre supostos "danos" às instalações nucleares ucranianas.
Também informou que militares russos controlam a situação nas usinas nucleares de Chernobyl e Zaporozhie.
Em 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início de uma operação militar especial para "desmilitarização e desnazificação da Ucrânia".
Durante a operação, as Forças Armadas da Rússia eliminam instalações da infraestrutura militar ucraniana sem realizar ataques contra alvos civis em cidades.
Os militares russos também organizam corredores humanitários para população civil que foge da violência dos neonazistas e nacionalistas.
Estrutura do Novo Confinamento Seguro cobrindo o quarto reator danificado da usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia (foto de arquivo). - Sputnik Brasil, 1920, 10.03.2022
Panorama internacional
Chernobyl: Rússia informa que Belarus restaurou o fornecimento de energia para a usina nuclear
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала