Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Von der Leyen admite que a UE não pode proibir total e imediatamente petróleo e gás da Rússia

© AFP 2022 / Fabrice CoffriniUrsula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, fala durante Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês) em Davos, Suíça, 24 de maio de 2022
Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, fala durante Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês) em Davos, Suíça, 24 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
Nos siga noTelegram
A presidente da Comissão Europeia contou em entrevista ao canal MSNBC que a Europa ainda está dependente dos hidrocarbonetos russos, e que a Rússia pode sair beneficiada optando por outros mercados.
A União Europeia (UE) não pode impor uma proibição total e imediata ao abastecimento energético russo, disse Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, em entrevista ao canal MSNBC publicada na segunda-feira (23).
Ela afirmou que é necessário pensar estrategicamente e encontrar o equilíbrio certo sobre as sanções contra a Rússia, para não prejudicar muito a economia europeia.
Estação de transporte de gás de Krasnodar, Rússia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2022
Panorama internacional
Alemanha e Itália dão sinal verde para compra de gás russo com pagamento em rublos
Assim, ela explicou que se a Europa impuser imediatamente um embargo ao petróleo russo, Vladimir Putin, presidente da Rússia, "provavelmente será capaz de transferir o petróleo que não vende à UE para o mercado mundial, onde os preços subirão, e obter um preço mais alto por ele".
"Temos que ser estratégicos", advertiu a alta responsável.
Ao mesmo tempo, von der Leyen sublinhou que a UE eventualmente desistirá da energia russa, sem referir quando isso acontecerá.
"Se o presidente Putin conseguiu alguma coisa, foi a perda de seu melhor cliente. A Europa nunca mais voltará", frisou ela, acrescentando que a Europa está caminhando para a "energia limpa e renovável".
A União Europeia impôs cinco rodadas de sanções à Rússia desde o começo de sua operação especial na Ucrânia, entre finais de fevereiro e início de abril. No entanto, a sexta rodada de sanções, que inclui um embargo ao petróleo e gás russos, tem demorado devido à alta dependência do bloco dos hidrocarbonetos da Rússia, com países como a Hungria em particular, mas também a Alemanha, Eslováquia, República Tcheca e Bulgária demonstrando sofrer com uma proibição imediata ao fornecimento.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала