- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

EUA tentam salvar Cúpula das Américas com proposta de reunião Biden–Bolsonaro, diz mídia

© Folhapress / Gabriela BilóChristopher Dodd, ex-senador democrata norte-americano e enviado do governo do presidente dos EUA, Joe Biden, ao Brasil, deixa reunião no Palácio do Planalto, em 24 de maio de 2022
Christopher Dodd, ex-senador democrata norte-americano e enviado do governo do presidente dos EUA, Joe Biden, ao Brasil, deixa reunião no Palácio do Planalto, em 24 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (24), o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (PL), reuniu-se com o enviado especial do governo dos Estados Unidos para a Cúpula das Américas, Christopher Dodd. O norte-americano afirmou que o presidente dos EUA, Joe Biden, está disposto a se encontrar com Bolsonaro, segundo a imprensa.
Conforme publicou o jornal Folha de S.Paulo, a reunião durou menos de uma hora e Dodd propôs um possível encontro com o atual ocupante da Casa Branca às margens da Cúpula das Américas. Ainda segundo a publicação, o governo dos EUA estaria preocupado com o esvaziamento do evento e tenta convencer Bolsonaro a participar do encontro, marcado para ocorrer em Los Angeles entre os dias 6 e 10 de junho — pela primeira vez em solo norte-americano.
A visita de Dodd teria como objetivo salientar a importância da presença brasileira na Cúpula das Américas. Recentemente o chanceler brasileiro, Carlos França, afirmou que até o momento o evento tem "baixa adesão", sem confirmar a participação brasileira.
Além desse ponto, Bolsonaro tem um histórico de distanciamento de Biden. Aliado aberto do ex-presidente norte-americano Donald Trump, Bolsonaro chegou a colocar em dúvida os resultados das eleições presidenciais dos EUA de 2018, que deram a vitória ao democrata.
© Folhapress / Vanessa CarvalhoO presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, presenteia o então presidente dos EUA, Donald Trump, com camisa da seleção brasileira de futebol
Presidente Jair Bolsonaro presenteia o ex-presidente dos EUA,  Donald Trump, com camisa da seleção do Brasil de futebol  (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, presenteia o então presidente dos EUA, Donald Trump, com camisa da seleção brasileira de futebol. Foto de arquivo
A nona edição da Cúpula das Américas é promovida pela Casa Branca como forma de simbolizar a liderança de Biden para a região latino-americana em meio às tensões internacionais devido ao conflito na Ucrânia. Na reunião mais recente, de 2008, Trump foi o primeiro presidente dos EUA a não comparecer ao encontro.
O evento nos EUA tem sofrido resistência de líderes regionais como o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, que, assim como Bolsonaro, recebeu contatos do governo norte-americano.
O mandatário mexicano afirmou recentemente que só participará do evento se as lideranças de Nicarágua, Venezuela e Cuba forem convidadas. A mesma condição foi imposta por Bolívia e Honduras. Assim como o Brasil, a Argentina nem confirmou, nem negou a participação até o momento.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала