Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Em meio a tensões entre Palestina e Israel, EUA sancionam o Hamas

© AP Photo / Khalil HamraHomens armados do Hamas carregam caixão com um de seus homens na Faixa de Gaza (foto de arquivo)
Homens armados do Hamas carregam caixão com um de seus homens na Faixa de Gaza (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
Nos siga noTelegram
Sanções norte-americanas visam o Escritório de Investimentos do Hamas, que detém ativos estimados em mais de US$ 500 milhões (R$ 2,42 bilhões).
Os Estados Unidos impuseram, nesta terça-feira (24), sanções a uma autoridade financeira do Hamas e a uma rede de facilitadores financeiros e empresas que geraram receita para o grupo militante palestino, informou o Departamento do Tesouro.
"O Hamas gerou grandes somas de receita por meio de seu portfólio secreto de investimentos enquanto desestabilizava Gaza, que enfrenta duras condições econômicas e de vida", disse Elizabeth Rosenberg, secretária adjunta do Tesouro para Financiamento do Terrorismo e Crimes Financeiros.
Não houve comentários imediatos do Hamas, que governa a Faixa de Gaza e é considerado um grupo terrorista por alguns países no Ocidente e por Israel.
Parte do assentamento israelense de Maale Adumim, em território ocupado na Cisjordânia - Sputnik Brasil, 1920, 12.05.2022
Panorama internacional
Israel planeja construção de quase 4.500 casas para colonos na Cisjordânia
Um funcionário do grupo palestino, Abdallah Yusuf Faisal Sabri, que trabalha no Ministério das Finanças do Hamas, também foi sancionado, informou a Reuters.
As restrições econômicas ao grupo palestino são impostas em meio ao acirramento de tensões na Cisjordânia envolvendo Israel e Palestina.
Entre os conflitos no Monte do Templo ao longo da Páscoa, o recente plano de construção de quase 4.500 casas na Cisjordânia para colonos do Estado judeu e a morte da jornalista da Al Jazeera Shireen Abu Akleh, as tensões na região atingiram um pico.
No último dia 7, o Hamas disse que fará atentados suicidas e "queimará cidades" se Jerusalém retomar sua política de assassinatos seletivos na Cisjordânia.
A ameaça foi feita após as autoridades israelenses terem realizado uma série de ataques contra alvos declarados pelo governo como "terroristas".
A constante violência ecoa cenas do ano passado, quando tumultos durante a Páscoa ajudaram a desencadear uma guerra entre Israel e palestinos em Gaza.
Apoiadores do partido palestino Hamas seguram bandeiras verdes em protesto fora da Cidade Velha de Jerusalém, 23 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 07.05.2022
Panorama internacional
Hamas promete atentados suicidas e 'resposta sem precedentes' se Israel atacar seus líderes
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала