Forças russas destroem divisão ucraniana de obuseiros M777 de fabricação americana (VÍDEO)

© Sputnik / Vitaliy Ankov / Abrir o banco de imagensCanhão autopropulsado 2S5 Giatsint-S dispara contra alvos de um inimigo virtual no âmbito das manobras táticas no Distrito Militar Oriental, na região de Primorie, 2016
Canhão autopropulsado 2S5 Giatsint-S dispara contra alvos de um inimigo virtual no âmbito das manobras táticas no Distrito Militar Oriental, na região de Primorie, 2016 - Sputnik Brasil, 1920, 23.05.2022
Nos siga noTelegram
Tropas russas destruíram na Ucrânia uma divisão dos obuseiros M777 de 155 mm fabricados nos EUA, informou hoje (23) o comandante da bateria russa em vídeo divulgado pelo Ministério da Defesa.

"Um dos alvos de nosso canhão Giatsint-S são os obuseiros rebocados M777 de 155 mm de fabricação americana. Operamos com uma bateria de três canhões. Durante os disparos, ao menos uma divisão foi destruída", revelou o militar russo.

Ele especificou que o Giatsint-S é capaz de lançar projéteis à distância de 28,5 km.
A bateria dos canhões autopropulsados Giatsint-S destruíu uma divisão dos obuseiros rebocados M777 de 155 mm de fabricação americana, informou o MD russo.
Estes canhões autopropulsados efetuam missões de destruição de bases, construções fortificadas, equipamento e força viva do adversário, bem como suprimem posições de fogo em combate.
Após cada ataque e também depois de interceptar os drones do Exército ucraniano, os militares mudam imediatamente de localização.
Em 24 de fevereiro, o presidente Vladimir Putin ordenou começar a operação militar especial contra a Ucrânia com objetivo de "desmilitarização e desnazificação" do país vizinho. De acordo com o mandatário russo, a tarefa principal é proteger as pessoas de Donbass "que no decorrer de oito anos têm sofrido genocídio pelo regime de Kiev".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала