Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Parlamento ucraniano aprova fim do tratado que garante proteção aos memoriais de guerra soviéticos

© AP Photo / Efrem LukatskyGaroto vestido com uniforme do Exército Vermelho em meio a milhares de nomes de soldados mortos na Grande Guerra pela Pátria, em um memorial dentro de um museu em Kiev, na Ucrânia, em 9 de maio de 2011
Garoto vestido com uniforme do Exército Vermelho em meio a milhares de nomes de soldados mortos na Grande Guerra pela Pátria, em um memorial dentro de um museu em Kiev, na Ucrânia, em 9 de maio de 2011 - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022
Nos siga noTelegram
O Parlamento da Ucrânia votou a favor da retirada do país de um tratado de 2011, que garante proteção aos memoriais soviéticos da Segunda Guerra Mundial em ex-repúblicas, disse um legislador sobre a decisão tomada neste domingo (22).

"Votamos as seguintes emendas... A saída do Acordo para Preservar a Memória da Coragem e Heroísmo dos Povos na Grande Guerra pela Pátria", disse o deputado ucraniano Yaroslav Zheleznyak.

O acordo foi assinado em 2011 pelo então presidente ucraniano Viktor Yanukovich, bem como por líderes da Armênia, Belarus, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia, Rússia e Tajiquistão.
O professor Lucas Rubio, vestido de soldado do Exército Vermelho, e , e Egor Sergachev, chefe do protocolo do Consulado da Rússia no Rio de Janeiro, em 9 de maio de 2022.  - Sputnik Brasil, 1920, 09.05.2022
Notícias do Brasil
'Combater o nazismo nunca foi tão importante': evento celebra Dia da Vitória no Rio de Janeiro
A Rússia iniciou uma operação militar especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Moscou afirmou em diversas ocasiões que não tem planos de ocupar o país.
Em resposta, os Estados Unidos e seus aliados impuseram sanções abrangentes à Rússia e forneceram ajuda bilionária em infraestrutura militar à Ucrânia.
Colunas de combatentes se dirigem à frente de batalha a partir de Moscou, 23 de junho de 1941 - Sputnik Brasil, 1920, 22.06.2021
'Resistência inquebrável': como Exército Vermelho se defendeu no início da Grande Guerra pela Pátria
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала