Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ministro da Finlândia diz que nenhuma ameaça do grupo curdo PKK à Turquia virá do solo de seu país

© AP Photo / Michael SohnMinistro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto, durante jantar de trabalho informal do conselho da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) em Berlim, na Alemanha, em 14 de maio de 2022
Ministro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto, durante jantar de trabalho informal do conselho da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) em Berlim, na Alemanha, em 14 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto, declarou neste domingo (22) que seu país pode dar à Turquia garantias de que não abrigará membros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), rotulados de "terroristas" por Ancara e pela União Europeia (UE).
A Turquia se opôs à adesão da Finlândia e da Suécia à OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) depois de acusar as duas nações nórdicas de apoiarem o grupo militante curdo.

"Essas garantias certamente podem ser dadas à Turquia. Como o PKK é uma organização listada como terrorista na Europa, é importante que façamos nossa parte para não permitir nenhuma atividade terrorista em solo finlandês", disse Haavisto, em entrevista à emissora finlandesa Yle.

Recep Tayyip Erdogan, presidente turco, durante discurso em Ancara, Turquia, 18 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Panorama internacional
Turquia insta Suécia a deixar de apoiar 'organizações terroristas'
Ele disse acreditar que a adesão da Finlândia à OTAN pode levar algumas semanas.
A fala ocorreu dias depois de Haavisto sugerir que Helsinque estava a poucos dias de um avanço nas negociações da adesão.

"Estou otimista de que os problemas serão resolvidos, mas pode levar algum tempo", admitiu.

O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, em coletiva de imprensa em Moscou. - Sputnik Brasil, 1920, 19.05.2022
Panorama internacional
Por que Turquia se opõe à entrada de Finlândia e Suécia na OTAN e o que Rússia tem a ver com isso?
Mais cedo, Naim Baburoglu, general aposentado e antigo representante da Turquia na OTAN, declarou que seu país deve, se necessário, fazer uso de seu poder de veto contra a adesão da Suécia e da Finlândia à OTAN por 20 anos, mas Ancara deve, em primeiro lugar, conduzir negociações sobre isso com os EUA, e não com os países escandinavos.
"Quem mais do que ninguém quer que a Suécia e a Finlândia se juntem à OTAN? Os EUA, que têm planos para cercar a Rússia no norte do Báltico. Assim, tendo em conta o desejo e o encorajamento dos EUA à adesão desses países à OTAN, a Turquia deve, em primeiro lugar, conduzir um diálogo com os EUA sobre essa questão", disse Baburoglu neste domingo (22) em entrevista ao jornal Sozcu.
Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, fala aos membros do seu partido, em 24 de março de 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 19.05.2022
Panorama internacional
Turquia não pode abdicar da Rússia e do gás russo, é uma questão estratégica, diz Erdogan
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала