Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ex-agente de inteligência dos EUA revela 'erro evidente' de Washington na Ucrânia

© AFP 2022 / Julie Bennett / Getty Images / HandoutMísseis antitanque Javelin com bandeiras dos EUA no fundo como pano de fundo da visita de Joe Biden, presidente norte-americano (fora da foto) em uma fábrica que produz as armas em Troy, Alabama, EUA, 3 de maio de 2022
Mísseis antitanque Javelin com bandeiras dos EUA no fundo como pano de fundo da visita de Joe Biden, presidente norte-americano (fora da foto) em uma fábrica que produz as armas em Troy, Alabama, EUA, 3 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022
Nos siga noTelegram
O governo dos EUA está repetindo na Ucrânia o erro cometido no Afeganistão ao enviar fundos para Kiev sem ter um plano claro e compreensão do que estava acontecendo, disse Scott Ritter, ex-oficial de inteligência do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA em seu artigo no RT.
"Olhando para o envio apressado de dezenas de bilhões de dólares de ajuda americana à Ucrânia involuntariamente surge uma sensação de déjà vu, de que Washington está repetindo os mesmos erros que levaram ao fiasco no Afeganistão. Trata-se de incapacidade de avaliar adequadamente os acontecimentos que ocorrem na Ucrânia", observa o ex-oficial de inteligência.
De acordo com Ritter, as autoridades dos EUA têm uma falsa imagem da Ucrânia como um "baluarte nobre e corajoso de liberdade e democracia", que contrasta fortemente com a realidade: a Ucrânia moderna é um dos países mais corruptos do mundo.
Neste sábado (21), o presidente dos EUA, Joe Biden assinou um projeto de lei sobre a alocação de assistência militar à Ucrânia no valor de US$ 40 bilhões (cerca de R$ 195 bilhões).
Bandeiras da China e dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2022
Panorama internacional
Washington terá que pedir dinheiro à China para enviar os US$ 40 bi à Ucrânia, diz senador dos EUA
Nesta semana, o senador republicado dos EUA Rand Paul disse que Washington terá que pedir dinheiro emprestado à China para fornecer à Ucrânia o pacote de ajuda já que o país não tem dinheiro de sobra.
Moscou, por sua vez, tem repetidamente afirmado que as entregas de armas ocidentais só prolongam o conflito e que os meios de transporte que fazem chegar estas armas são alvos legítimos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала