Sarmat ICBM: míssil intercontinental da Rússia será capaz de cruzar os Polos Norte e Sul (FOTOS)

© Sputnik / Serviço de imprensa do Ministério da Defesa da RússiaLançamento do míssil balístico intercontinental de base fixa Sarmat do cosmódromo de Plesetsk.
Lançamento do míssil balístico intercontinental de base fixa Sarmat do cosmódromo de Plesetsk. - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Nos siga noTelegram
O mais novo míssil balístico intercontinental (ICBM, na sigla em inglês) russo Sarmat pode voar sobre os Polos Norte e Sul e mudar de trajetória quando necessário.
De acordo comandante da Força Estratégica de Mísseis da Rússia, o general Sergei Karakaev, "devido à relação entre peso e potência do novo sistema de mísseis, o Sarmat ICBM tem a capacidade de mudar a sua trajetória".
"Da nossa trajetória pelo Polo Norte, se necessário, é possível traçar um alvo até o Polo Sul", comentou. E também há possibilidade de um lançamento no espaço sideral", disse Karakaev.
© Sputnik / Serviço de imprensa do Ministério da Defesa da RússiaLançamento do míssil balístico intercontinental de base fixa Sarmat do cosmódromo de Plesetsk.
Lançamento do míssil balístico intercontinental de base fixa Sarmat do cosmódromo de Plesetsk. - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Lançamento do míssil balístico intercontinental de base fixa Sarmat do cosmódromo de Plesetsk.
Ele acrescentou que, nas próximas décadas, dificilmente será possível criar meios de interceptação do Sarmat.
"Hoje, eles dizem que não existe defesa aérea para o sistema de mísseis Sarmat, e provavelmente não existirá nas próximas décadas", previu Karakaev.
O comandante esclareceu que um dos elementos para superar a defesa antimísseis é reduzir a seção de aceleração do foguete após o lançamento.
Segundo ele, o Sarmat acelera quase tão rápido quanto os foguetes sólidos leves, apesar de ser do tipo que ganha velocidade mais lentamente.
© Sputnik / Ministério da Defesa da RússiaTeste de míssil balístico intercontinental Sarmat.
Teste de míssil balístico intercontinental Sarmat - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Teste de míssil balístico intercontinental Sarmat.. Foto de arquivo
A Força Estratégica de Mísseis da Rússia espera que o Sarmat permaneça em serviço por 50 anos, "pois as características do míssil e sua confiabilidade permitem isso".
O primeiro lançamento de teste estatal do míssil balístico intercontinental Sarmat ocorreu no dia 20 de abril.
"Após a conclusão do programa de testes, o sistema de mísseis Sarmat entrará em serviço da Força Estratégica de Mísseis", apontou o Ministério da Defesa russa na época.
Foi acrescentando que o Sarmat está sendo preparado um regimento de uma unidade de mísseis na região de Krasnoyarsk.
O Ministério da Defesa ainda relatado que "o novo míssil é capaz de atingir alvos a grandes distâncias usando diversas trajetórias de voo" e "tem caraterísticas únicas que lhe permitem superar garantidamente qualquer sistema de defesa antimíssil existente ou em desenvolvimento".
Isso o torna o míssil mais potente do mundo, com o maior alcance, que reforçará o potencial nuclear da Rússia, concluiu o Ministério da Defesa.
A Rússia testará o Sarmat ao longo deste ano e os militares começarão a receber os mísseis no outono de 2022, de acordo com Dmitry Rogozin, chefe da agência espacial estatal russa Roscosmos.
Lançamento do míssil balístico intercontinental Sarmat no centro de testes espaciais de Plesetsk, região de Arkhangelsk, Rússia, 20 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.04.2022
Panorama internacional
Rússia lança com sucesso míssil balístico intercontinental Sarmat (VÍDEO)
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала