Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Prisão nos EUA nega ajuda médica a cidadão russo, diz esposa

© AP Photo / Seth PerlmanGrade de segurança no entorno do Centro de Correção Logan, em Lincoln, estado norte-americano de Illinois, 17 de novembro de 2016
Grade de segurança no entorno do Centro de Correção Logan, em Lincoln, estado norte-americano de Illinois, 17 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Nos siga noTelegram
Neste sábado (21), Alla Bout, esposa do cidadão russo Viktor Bout, disse à Sputnik que a administração de uma prisão no estado norte-americano de Illinois, onde seu marido está preso, nega a ele ajuda médica para tratamento de uma doença de pele.
Alla Bout afirma que seu marido sofre de uma doença de pele ainda não diagnosticada que afeta grandes áreas de seu corpo, incluindo próximo da região dos olhos. Apesar disso, a administração da prisão ignorou os pedidos de ajuda, segundo ela.

"Ainda não há diagnóstico e a saúde de Viktor está se deteriorando. A prisão está constantemente sob lockdown devido à COVID-19, ou porque algo aconteceu dentro de outro presídio, e a administração não deixa Viktor ver um médico", explicou Bout à Sputnik.

© AP Photo / David ZalubowskiA fachada da prisão federal de Englewood, no estado norte-americano de Colorado, 18 de fevereiro de 2020
A fachada da prisão federal de Englewood, no estado norte-americano de Colorado, 18 de fevereiro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
A fachada da prisão federal de Englewood, no estado norte-americano de Colorado, 18 de fevereiro de 2020. Foto de arquivo
Diplomatas russos na embaixada de Washington pediram diversas vezes assistência médica ao cidadão russo de 55 anos, mas a autoridade prisional não respondeu a nenhum dos pedidos nos últimos seis meses, afirmou Alla Bout.
Bout está cumprindo pena de 25 anos no presídio de segurança média em Illinois após ser condenado por tráfico de armas, em 2011. A prisão é consequência de uma operação dos Estados Unidos na Tailândia, realizada em 2008. Bout negou as acusações.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала