Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Presidente sérvio promete resistir às sanções contra a Rússia 'o quanto for possível'

© AP Photo / Darko VojinovicO presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, gesticula durante coletiva de imprensa em Belgrado, 6 de maio de 2022
O presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, gesticula durante coletiva de imprensa em Belgrado, 6 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Nos siga noTelegram
Neste sábado (21), o presidente sérvio, Aleksandar Vucic, afirmou que o Conselho de Segurança Nacional sérvio evitará alinhar-se às sanções contra a Rússia pelo máximo de tempo que conseguir.
O anúncio vem em meio à pressão da oposição sérvia, que defende que Belgrado se junte às restrições impostas pelo Ocidente à Rússia. A declaração de Vucic contrariando o desejo oposicionista ocorreu durante entrevista à TV Pink.

"Nosso dever é com o nosso país. Nós precisamos cumprir as decisões escritas pelo Conselho de Segurança Nacional o melhor possível e enquanto pudermos", disse Vucic.

Recentemente, a Sérvia votou com a maioria do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) para suspender a Rússia do órgão como punição pela operação militar em curso na Ucrânia. Em troca, a União Europeia (UE) excluiu a Sérvia da necessidade de impor sanções contra a Rússia nas importações de petróleo e gás.
© AFP 2022 / TOBIAS SCHWARZPresidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, durante coletiva com o chanceler alemão, Olaf Scholz, em Berlim, 10 de maio de 2022
Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, durante coletiva com o chanceler alemão, Olaf Scholz, em Berlim, 10 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, durante coletiva com o chanceler alemão, Olaf Scholz, em Berlim, 10 de maio de 2022
Vucic disse ainda à TV Pink que sua administração apoiou parcialmente as sanções contra Belarus. Segundo o mandatário, Belgrado apoiou nove de 25 medidas propostas pelo Conselho da União Europeia (UE) no dia 8 de abril.
Desde a deflagração da operação militar especial russa na Ucrânia, em fevereiro deste ano, os Estados Unidos e seus aliados impuseram uma série de sanções econômicas contra a Rússia como forma de reprimenda. Entre as medidas estão as importações de petróleo e gás e também as reservas internacionais russas em moedas estrangeiras como o euro e o dólar.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала