Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Em meio à crise na Ucrânia, Rússia suspende fornecimento de gás à Finlândia

© AP Photo / Dmitri LovetskyUm homem pesca no gelo do golfo da Finlândia ao lado da torre comercial Lakhta Centre, a sede da empresa russa de gás Gazprom em São Petersburgo, Rússia, 13 de janeiro de 2022
Um homem pesca no gelo do golfo da Finlândia ao lado da torre comercial Lakhta Centre, a sede da empresa russa de gás Gazprom em São Petersburgo, Rússia, 13 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Nos siga noTelegram
Medida ocorreu depois que a empresa estatal de energia da Finlândia não cumpriu a demanda de pagamentos em rublos conforme nova política de Moscou.
Neste sábado (21), a operadora do sistema de gás finlandês Gasgrid Finland afirmou que a Rússia interrompeu as entregas de gás natural para a Finlândia depois que o atacadista estatal de energia Gasum não fez um pagamento obrigatório em rublos.
"As importações de gás através do ponto de entrada de Imatra foram interrompidas", diz o comunicado. A Gazprom Export da Rússia confirmou uma interrupção completa nas entregas de gás para a Finlândia.

"A Gazprom interrompeu completamente o fornecimento de gás para Gasum [Finlândia] devido ao não pagamento em rublos. Até o final do dia útil de 20 de maio, a Gazprom Export não recebeu pagamento pelo fornecimento de gás em abril da Gasum [Finlândia]", de acordo com o novo mecanismo de pagamento baseado em rublos, informou a empresa em comunicado, o que foi confirmado pela empresa finlandesa ainda no sábado.

No início desta semana, a Gasum anunciou que não iria cumprir o novo esquema de pagamento de gás baseado na moeda da Rússia.
Bandeiras da União Europeia e da Rússia em frente ao palácio presidencial, em Helsinque, capital da Finlândia - Sputnik Brasil, 1920, 30.04.2022
Panorama internacional
Finlândia se prepara para cortar o fornecimento de gás russo em maio, diz mídia
Helsinque importa a grande maioria de seu gás natural de Moscou, mas o combustível representa apenas em torno de 5% do uso de energia do país. Cerca de 32% da energia primária na Finlândia vem da energia nuclear, aproximadamente 21% de energia hídrica, enquanto cerca de 15% é oriunda da queima de combustíveis fósseis, como petróleo, gás e carvão, e o restante de outras fontes renováveis, como energia solar e eólica, segundo dados oficiais de 2021 do World in Data.
Só em 2020, a Rússia forneceu cerca de 1,61 bilhão de metros cúbicos de gás natural para a Finlândia, no ano passado o número foi de 1,8 bilhão de metros cúbicos. Além disso, a Finlândia possui dois terminais de gás natural liquefeito (GNL) em Pori e Tornio, com capacidade total de 0,65 bilhão de metros cúbicos por ano.
Para substituir completamente o suprimento de gás russo, a Finlândia terá que usar totalmente sua infraestrutura de energia existente, dizem os analistas, já que a nação nórdica não possui sua própria capacidade de armazenamento subterrâneo de gás.
A empresa estatal Gasum diz que está preparada para uma paralisação do fornecimento russo. A Finlândia espera receber gás da Estônia através do gasoduto Balticconnector durante o verão, embora Tallinn também tenha rejeitado o novo mecanismo de pagamento da Rússia no mês passado, enquanto as limitações de capacidade do gasoduto podem complicar a tarefa.
De acordo com alguns relatos da mídia, tanto a Estônia quanto a Finlândia pretendem alugar um terminal flutuante para receber GNL até o próximo outono no Hemisfério Norte.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала