Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Washington terá que pedir dinheiro à China para enviar os US$ 40 bi à Ucrânia, diz senador dos EUA

© AP Photo / Andy WongBandeiras da China e dos EUA
Bandeiras da China e dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2022
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos terão que pedir dinheiro emprestado à China para fornecerem a Ucrânia um pacote de assistência no valor de US$ 40 bilhões (R$ 202 bilhões), já que Washington não tem dinheiro de sobra, disse nesta sexta-feira (20) o senador americano Rand Paul.
"Acho que é importante saber que não temos dinheiro para enviar, temos que pedir dinheiro emprestado à China para enviá-lo para a Ucrânia. Penso que a maioria das pessoas entende isso, e muitos republicanos vão dizer isso quando [se trata] de um programa social novo, mas se é ajuda militar a um país, eles [dizem] podemos pedir emprestado, é um empréstimo justificado", disse Paul ao portal de notícias Breitbart.

O senador americano acrescentou que Washington "não pode salvar a Ucrânia arruinando a economia dos EUA".

Outros 10 senadores republicanos, que votaram contra o projeto de lei, compartilham as preocupações de Paul, uma vez que a economia dos EUA já começou a sofrer os efeitos adversos do aumento da inflação e do aumento dos preços do petróleo e do gás em todo o mundo.
Na semana passada Paul bloqueou a votação no Senado sobre a prestação a Kiev de ajuda, notando que os preços da gasolina, em comparação com o ano passado, quase dobraram, os preços dos recursos energéticos em geral cresceram 32%, os produtos alimentícios aumentaram em 9% e um veículo de segunda mão é agora três vezes mais caro.
Vista de cédulas de dólar, real e moedas - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2022
Panorama internacional
Vamos à falência: congressista dos EUA condena ação de Biden de enviar US$ 40 bilhões a Kiev
Nesta quinta-feira (19) o Senado dos EUA aprovou o projeto de lei no valor de US$ 40 bilhões em uma votação de 86-11. O projeto ainda deve ser assinado pelo presidente dos EUA, Joe Biden.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала