Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Shoigu: Rússia, RPD e RPL aumentam controle sobre Donbass, libertação plena de Lugansk está próxima

© Sputnik / Ministério da Defesa da RússiaMilitantes do batalhão nacionalista Azov evacuados em Mariupol, foto publicada em 19 de maio de 2022
Militantes do batalhão nacionalista Azov evacuados em Mariupol, foto publicada em 19 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2022
Nos siga noTelegram
O ministro da Defesa da Rússia falou da operação militar especial na Ucrânia, incluindo dos nacionalistas que se renderam na siderúrgica Azovstal em Mariupol.
Quase 2.000 nacionalistas ucranianos, que foram bloqueados na siderúrgica Azovstal em Mariupol, já se renderam, disse na sexta-feira (20) Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia.

"Continua o bloqueio da fábrica Azovstal. Foram evacuados civis da fábrica, que eram lá detidos por nacionalistas ucranianos. Foram salvas 177 pessoas, incluindo 85 mulheres e 47 crianças. Todos receberam apoio médico e psicológico altamente qualificado. Os nacionalistas bloqueados na fábrica começaram a se render. Ate agora 1.908 indivíduos depuseram armas", segundo Shoigu.

Ele mencionou que 1.387 fuzileiros navais ucranianos já tinham deposto as armas.
Mais de 1,3 milhão de civis foi evacuado para a Rússia a partir de regiões perigosas da República Popular de Lugansk (RPL) e da República Popular de Donetsk (RPD) desde o começo da operação militar especial na Ucrânia, apontou o ministro da Defesa.
Siderúrgica Azovstal em Mariupol - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Panorama internacional
MD russo: 265 militantes da Azovstal, inclusive 51 feridos, depõem armas e se rendem
"Sublinho que as Forças Armadas russas fazem tudo para não permitir a morte da população civil. Para isso, os corredores humanitários estão trabalhando constantemente. Desde o começo da operação militar especial foi evacuado para a Rússia de regiões perigosas das repúblicas populares, e também da Ucrânia, mais de 1,377 milhão de pessoas. Quero agradecer à equipe pelo profissionalismo, bravura e heroísmo durante a realização das tarefas colocadas pelo comandante-em-chefe", continuou.

Impacto dos drones

Shoigu relatou que os veículos aéreos não tripulados (VANT) já voaram 25.000 horas durante a operação militar especial.
O ministro da Defesa da Rússia contou que os drones têm conduzido reconhecimento aéreo e realizado ataques precisos contra alvos inimigos em áreas urbanas densas, não sendo permitidos danos à infraestrutura civil e mortes de civis.
"As informações obtidas com a ajuda dos VANT são transmitidas aos usuários em tempo real. Isso permite que as tropas reajam rapidamente às mudanças na situação e atuem da maneira mais eficaz possível", acrescentou Sergei Shoigu.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала