Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Turquia não pode abdicar da Rússia e do gás russo, é uma questão estratégica, diz Erdogan

© AP Photo / Murat Cetinmuhurdar/Pool PhotoPresidente turco, Recep Tayyip Erdogan, fala aos membros do seu partido, em 24 de março de 2018
Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, fala aos membros do seu partido, em 24 de março de 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 19.05.2022
Nos siga noTelegram
Turquia não pode abdicar das relações com a Rússia e não pode desistir do gás russo, é uma questão estratégica, declarou o presidente turco Recep Tayyip Erdogan nesta quinta-feira (19).
"Temos relações com ambos os lados [Rússia e Ucrânia]. Com Rússia temos um projeto de usina nuclear de Akkuyu. No próximo ano vamos completar este projeto e abri-lo. Esta é uma fonte muito séria para nós. Recebemos 50% do nosso consumo de gás da Rússia. Esta é uma questão estratégica para nós, relações estratégicas. Não podemos abandoná-las, quebrá-las", disse Erdogan em seu discurso publicado nas redes sociais.
Turquia informou aos membros da OTAN que vai dizer "não" à adesão da Suécia e da Finlândia à aliança, e continuará a mesma linha, afirmou o líder turco.

"Nós não queremos cometer o mesmo erro duas vezes. Portanto, vamos continuar a nossa política a este respeito com determinação. Expusemos aos nossos que vamos dizer 'não' à adesão da Suécia e da Finlândia na OTAN. Vamos continuar o nosso caminho na mesma direção", observou ele.

Erdogan ressaltou também que não pretende romper relações com o presidente russo Vladimir Putin devido à situação na Ucrânia.
"Conduzimos uma política equilibrada nas relações com a Rússia e a Ucrânia. Não tenho intenção de cortar laços nem com [Vladimir] Putin nem com [o líder ucraniano Vladimir] Zelensky", disse chefe de Estado turco.
Presidente turco Recep Tayyip Erdogan em encontro com o homólogo russo Vladimir Putin (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 18.05.2022
Panorama internacional
Turquia não pode concordar com todas propostas internas da OTAN, diz Erdogan
Ancara afirma que os dois países nórdicos não têm uma posição clara sobre o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK na sigla em curdo).
O PKK, segundo o governo turco, é uma organização terrorista e uma força paramilitar que opera no sul e leste da Turquia e busca mais autonomia ou mesmo independência total do controle de Ancara.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала