Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

OTAN tem demonstrado que não é capaz de garantir a segurança e a paz, diz ativista

© AP Photo / Vadim GhirdaSoldado romeno com bandeira da OTAN
Soldado romeno com bandeira da OTAN - Sputnik Brasil, 1920, 16.05.2022
Nos siga noTelegram
A eventual adesão da Suécia e da Finlândia à OTAN não promoveria a segurança coletiva no planeta, uma vez que a Aliança Atlântica já demonstrou que não consegue cumprir suas funções, disse em entrevista à RT Jan Oberg, diretor da Fundação Transnacional de Pesquisa para a Paz (TFF, na sigla em inglês).
"Acho que é uma decisão catastrófica, porque os cidadãos suecos e finlandeses não beneficiarão com isso", disse o ativista, rotulando a Aliança Atlântica de "organização fracassada e obsoleta".
"A OTAN tem demonstrado que não consegue garantir aquilo por que os contribuintes estão pagando, nomeadamente a estabilidade, a paz e a segurança", sublinhou.
Ao mesmo tempo, Oberg exorta a refletir sobre o papel do bloco no atual conflito entre a Rússia e a Ucrânia.
"Estamos na pior crise no mundo desde a criação da aliança e devemos perguntar: quem provocou este conflito?", questiona o diretor da fundação.
Oberg recordou que os líderes ocidentais garantiram ao último governante soviético Mikhail Gorbachev que a OTAN não se expandiria "nem uma polegada" para leste, promessa que é desmentida em certos círculos mas que realmente "foi feita".
"Devemos acreditar que na Finlândia e na Suécia não haverá bases dos EUA, tropas ou algo mais permanente?", pergunta ele. Segundo Oberg, todos os países que aderiram à Aliança Atlântica nos últimos 20 anos "se submeteram a sérias pressões".
Neste sentido, o ativista considera que as declarações do secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, que assegura que qualquer país é bem-vindo no bloco, são uma "tolice", porque a adesão à OTAN é uma "política intencional".
"Os [países-membros] estavam constantemente sendo atraídos para exercícios [militares], dinheiro, comércio. E reparem que, ao contrário da democracia, não há discussão de nenhuma outra variante além da adesão à OTAN", enfatizou.
O soldado da Finlândia - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2022
Panorama internacional
Moscou fortalecerá suas tropas na fronteira com a Finlândia se a OTAN levar armas à região
Anteriormente, em uma conversa telefônica com presidente da finlandês Sauli Niinisto, o líder russo Vladimir Putin disse que a adesão dos dois países nórdicos pode ter um impacto negativo nas suas relações com Moscou, que foram construídas no espírito de boa vizinhança e parceria e prosperam em benefício mútuo.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала