- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Exportações de café solúvel do Brasil caem 4,7% devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia

© Foto / Agência Brasil / Valter Campanato Lavoura de café, 6 de julho de 2019
Lavoura de café, 6 de julho de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 13.05.2022
Nos siga noTelegram
As vendas de café solúvel do Brasil para o exterior caíram 4,7% no primeiro trimestre de 2022 devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia. A projeção anual de perdas no setor é de cerca de US$ 100 milhões (R$ 505,5 milhões), disse uma associação da indústria na sexta-feira (13).

"As exportações nacionais do produto caíram 4,7% no primeiro trimestre de 2022. Caíram 66.572 sacas de janeiro ao final de abril", informou a Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (ABICS) em nota em seu site.

As vendas externas somaram o equivalente a 1.221.603 sacas de 60 quilos, enquanto no mesmo período do ano passado o país embarcou 1.282.454 sacas, apontou o texto.
Grãos de café (imagem ilustrativa). - Sputnik Brasil, 1920, 20.04.2022
Notícias do Brasil
'Bebida insubstituível': café brasileiro pode ser afetado por crise na Ucrânia?

"As duas nações [Ucrânia e Rússia] são responsáveis ​​por praticamente 13% do volume enviado pelo Brasil ao exterior, tendo importado, no ano passado, o equivalente a 534 mil sacas de café solúvel, o que gerou uma receita cambial de US$ 94,4 milhões [R$ 477,2 milhões]", disse Aguinaldo Lima, diretor de relações institucionais da ABICS.

Vários países latino-americanos viram suas exportações afetadas devido ao conflito na Ucrânia e às sanções impostas à Rússia por sua operação militar no país vizinho.

"A continuidade do conflito pode gerar grandes prejuízos na cadeia produtiva, afetando produtores e indústrias no Brasil. Considerando o cálculo dos números da Rússia e da Ucrânia em nossas exportações de solúveis, dependendo da duração do conflito, podemos projetar perdas de aproximadamente 500 mil sacas e cerca de US$ 100 milhões [R$ 505,5 milhões] a menos em divisas este ano", disse Lima.

Café (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 17.02.2021
Como café pode afetar cérebro? Cientistas revelam perigo inesperado
Nesta semana, o presidente do Equador, Guillermo Lasso, disse que alguns setores de seu país perderão cerca de US$ 1,2 bilhão (R$ 6 bilhões) por não conseguirem enviar produtos para destinos europeus devido a sanções e problemas logísticos.
Aguinaldo Lima, por sua vez, disse que o setor brasileiro de café solúvel está "apreensivo e preocupado" com os impactos da crise, que gerou rupturas na cadeia global de suprimentos.

"Os russos não compraram nenhum solúvel do Brasil em abril deste ano, e os ucranianos, apenas 519 sacas. No mesmo mês de 2021, por exemplo, eles haviam importado 30.759 sacas e 7.667 sacas, respectivamente", explicou.

Em 2021, a Rússia foi o segundo destino do café solúvel brasileiro. A Ucrânia, o sétimo.
No primeiro trimestre de 2022, o Brasil exportou seus cafés solúveis para 99 países, sendo os EUA o principal destino, com 19,2% do total, seguido pela Rússia, que, apesar de registrar queda de 29,5% em suas compras, adquiriu 6,9% do total vendido.
Outros destinos foram Argentina, Indonésia, Japão e Mianmar.
Em 24 de fevereiro, a Rússia lançou uma operação militar especial na Ucrânia em resposta aos pedidos de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) diante de ataques de forças de Kiev.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала