Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Casa Branca anuncia apoio a possível candidatura de Finlândia e Suécia à OTAN

© AP Photo / Franck RobichonA premiê da Finlândia, Sanna Marin, durante coletiva de imprensa ao lado de seu equivalente japonês, Fumio Kishida, em Tóquio, Japão, 11 de maio de 2022
A premiê da Finlândia, Sanna Marin, durante coletiva de imprensa ao lado de seu equivalente japonês, Fumio Kishida, em Tóquio, Japão, 11 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 12.05.2022
Nos siga noTelegram
Nesta quinta-feira (12), a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou que os Estados Unidos apoiariam uma eventual candidatura de Finlândia e Suécia à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).
A declaração de Psaki foi dada durante coletiva de imprensa na Casa Branca.

"Os EUA apoiariam uma candidatura de Finlândia e Suécia à OTAN, caso ambos tentem entrar. Nós respeitaremos, é claro, qualquer decisão que tomem. Finlândia e Suécia são parceiros próximos e valiosos dos EUA e da OTAN. Ressalto que mesmo eles não sendo países-membros da OTAN, nossas forças armadas trabalham juntas há muitos anos", afirma Psaki.

Após o início da operação militar especial russa na Ucrânia, Finlândia e Suécia passaram a discutir a possibilidade de fazer um pedido formal de entrada na OTAN. O eventual ingresso na aliança militar ocidental faria com que os países abandonassem uma histórica postura de neutralidade.
A expectativa é a de que os dois países anunciem a decisão conjunta de entrar na OTAN na cúpula da aliança, em junho.
© AP Photo / Olivier MatthysJens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN (no centro), em coletiva de imprensa com Pekka Haavisto (à esquerda) e Ann Linde (à direita), ministros das Relações Exteriores da Finlândia e da Suécia, respectivamente, na sede do bloco militar, em Bruxelas, Bélgica, 24 de janeiro de 2022
Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN (no centro), em coletiva de imprensa com Pekka Haavisto (à esquerda) e Ann Linde (à direita), ministros das Relações Exteriores da Finlândia e da Suécia, respectivamente, na sede do bloco militar, em Bruxelas, Bélgica, 24 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 12.05.2022
Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN (no centro), em coletiva de imprensa com Pekka Haavisto (à esquerda) e Ann Linde (à direita), ministros das Relações Exteriores da Finlândia e da Suécia, respectivamente, na sede do bloco militar, em Bruxelas, Bélgica, 24 de janeiro de 2022
A possibilidade de expansão da OTAN é vista com preocupação pela Rússia. Mais cedo, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou que a entrada da Finlândia constituiria uma ameaça à segurança russa.

"Há uma instrução do presidente e comandante-em-chefe [russo, Vladimir Putin] para desenvolver uma lista de medidas para fortalecer nossos flancos ocidentais em conexão com o fortalecimento do flanco oriental da OTAN. A OTAN está se movendo em nossa direção. Portanto, claro, tudo isso se tornará um elemento para análise especial e o desenvolvimento de medidas necessárias para equilibrar a situação e garantir nossa segurança", disse.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала