Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Presidente do México revela condição para participar da Cúpula das Américas, nos EUA

© AP Photo / Marco UgarteAndrés Manuel López Obrador, presidente mexicano, durante discurso sobre a economia na Cidade do México, México, 12 de abril de 2022
Andrés Manuel López Obrador, presidente mexicano, durante discurso sobre a economia na Cidade do México, México, 12 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 10.05.2022
Nos siga noTelegram
O presidente do México disse que, no caso de não participação de um dos países latino-americanos da Cúpula das Américas, ele seria substituído por uma delegação do governo mexicano.
Andrés Manuel López Obrador, presidente do México, revelou na terça-feira (10) que sua participação da Cúpula das Américas, a ser realizada em Los Angeles, EUA, ainda está sob questão.
O chefe de Estado disse em uma coletiva de imprensa que, se os EUA, onde a cúpula será realizada em junho, excluírem Cuba da reunião, o governo mexicano enviará uma delegação, mas o presidente não participará.
"Se a excluir, se não forem convidados todos, vai uma representação do governo mexicano, mas eu não irei", assegurou López Obrador.
Após ser questionado se um eventual não comparecimento seria uma mensagem de protesto, o presidente respondeu que sim.
Andrés Manuel López Obrador (à esquerda) e Miguel Diaz-Canel (à direita), presidentes do México e de Cuba, respetivamente, levantam braços durante cerimônia de entrega da ordem de José Marti a Obrador, no Palácio da Revolução em Havana, Cuba, 8 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.05.2022
Panorama internacional
Em Havana, presidente mexicano insta EUA a acabarem com o 'bloqueio' econômico a Cuba
"Sim, porque não quero que a mesma política continue na América, e quero, na prática, afirmar a independência, a soberania e me manifestar pela fraternidade universal. Não estamos aqui para o confronto", de acordo com López Obrador.
Sobre a possibilidade de uma ausência da cúpula poder afetar a relação bilateral entre o México e os EUA, o alto responsável mexicano afirmou que são ambos "países independentes e temos uma relação de amizade e respeito".
No domingo (8) o presidente mexicano visitou Cuba, onde foi recebido por Miguel Díaz-Canel, presidente do país e primeiro secretário do Partido Comunista local, e se encontrou com Raúl Castro, que o precedeu no cargo partidário até abril de 2021.
Se os EUA não convidarem Cuba para a cúpula, seria Marcelo Ebrard, ministro das Relações Exteriores mexicano, quem representaria o país.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала