Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia não ameaça os EUA e faz todos os esforços para evitar escalada na Ucrânia, diz embaixador

© AP Photo / Alexander ZemlianichenkoAnatoly Antonov, embaixador russo nos EUA, em Moscou, na Rússia, no dia 20 de julho de 2018.
Anatoly Antonov, embaixador russo nos EUA, em Moscou, na Rússia, no dia 20 de julho de 2018. - Sputnik Brasil, 1920, 05.05.2022
Nos siga noTelegram
A Rússia não ameaça nem os Estados Unidos nem seus aliados europeus, enquanto está fazendo o máximo para evitar a escalada do conflito ucraniano, disse o embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov nesta quinta-feira (5).
As declarações do diplomata foram dadas durante uma entrevista à revista Newsweek.

"A Rússia não ameaça os Estados Unidos e tampouco os seus aliados europeus. Pelo contrário, está fazendo todos os esforços para evitar a escalada da crise ucraniana", observou Antonov.

O presidente russo Vladimir Putin (D) cumprimenta o primeiro-ministro israelense Naftali Bennett durante sua reunião, em Sochi, em 22 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 05.05.2022
Panorama internacional
Gabinete do primeiro-ministro israelense diz que Putin pediu desculpas pela declaração de Lavrov
O oficial enfatizou que quaisquer acusações contra Moscou de sua "retórica nuclear agressiva" são infundadas, e que Kiev iniciou essas "especulações doentias sobre o desencadeamento de uma guerra nuclear".
Ele acrescentou que a atual geração de funcionários da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) não considera a ameaça nuclear seriamente.

"A atual geração de políticos da OTAN claramente não leva a sério a ameaça nuclear", disse Antonov à revista.

Antonov opinou sobre a suspensão unilateral pelos Estados Unidos do diálogo sobre estabilidade estratégica estabelecida pela Cúpula de Genebra.
O chanceler alemão Olaf Scholz (3ª esquerda) gesticula ao lado do presidente dos EUA Joe Biden (esquerda) em Bruxelas em 24 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 05.05.2022
Panorama internacional
Em teleconferência, Scholz e Biden concordam em não reconhecer ganhos territoriais russos
"Lamentavelmente, Washington 'congelou' unilateralmente o diálogo bilateral de estabilidade estratégica que foi lançado na Cúpula de Genebra, comprometendo assim as perspectivas de manter a base do controle de armas em vigor. A Rússia está pronta para retomar as consultas assim que os Estados Unidos estiverem prontos", declarou.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала