Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Austrália desenvolverá submarinos autônomos ante crescentes tensões pelo pacto China-Ilhas Salomão

© Foto / ANDURILXLAUV (veículo submarino autônomo extragrande)
XLAUV (veículo submarino autônomo extragrande) - Sputnik Brasil, 1920, 05.05.2022
Nos siga noTelegram
Nesta quinta-feira (5), o governo australiano anunciou o novo plano para desenvolver sistemas XLAUV (veículos submarinos autônomos extragrandes), ou submarinos não tripulados, em colaboração com a empresa americana de tecnologia de defesa Anduril Industries.
O ministro da Defesa da Austrália, Peter Dutton, disse que três protótipos serão encomendados pela Marinha Real australiana nos próximos três anos no âmbito do novo programa.
Ele ressaltou que os submarinos robóticos terão entre dez e 30 metros de comprimento e "a capacidade de carregar diversas cargas militares em longas distâncias".
"Essa capacidade potencialmente complementaria e aumentaria a agilidade e poderio da atual força combatente submarina e de superfície da Marinha na manutenção de paz e estabilidade na região do Indo-Pacífico", constatou o ministro.
Dutton também especificou que os veículos não tripulados apresentariam "problemas subaquáticos perturbadores e difíceis para qualquer adversário".
Um comunicado da Anduril Industries constata que os XLAUV podem ser utilizados em missões militares e não militares, inclusive "inteligência avançada, inspeção de infraestrutura, vigilância, reconhecimento e detecção".
A companhia ainda disse que os novos submarinos autônomos vão ser fabricados na Austrália através da contratação e treinamento de mão de obra local.

"Através desta parceria, a Anduril Australia vai se tornar um jogador importante na próspera base industrial de defesa na Austrália e contribuirá para que a Austrália vire um exportador líder de capacidade autônoma avançada para o resto do mundo", comentou David Goodrich, o presidente executivo e CEO da Anduril Australia.

O primeiro-ministro chinês Li Keqiang, à esquerda, e o primeiro-ministro das Ilhas Salomão, Manasseh Sogavare, revisam uma guarda de honra durante uma cerimônia de boas-vindas no Grande Salão do Povo em Pequim (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 29.04.2022
Panorama internacional
Ilhas Salomão rebatem Austrália sobre acordo com China: AUKUS não foi transparente
O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, rebateu hoje (5) as críticas de seu homólogo das Ilhas Salomão, Manasseh Sogavare, que afirmou no parlamento do país, nesta semana, que seu governo estava sendo ameaçado com uma "intervenção militar" por nações ocidentais. Sogavare também acusou Camberra e Washington de "minarem" seu governo desde que ele assinou o acordo de segurança com Pequim.
Morrison negou tais declarações acrescentando que a Austrália continua sendo o primeiro parceiro de segurança das Ilhas Salomão apesar da crescente proximidade da nação do Pacífico com a China, que atualmente é o maior parceiro comercial bidirecional de Honiara.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала